Cervejas

Cervejaria Liberdade, no Hotel Tivoli de Lisboa

Cervejaria Liberdade, no Hotel Tivoli de Lisboa

 

No post anterior eu contei a vocês como foi minha experiência hospedada no Hotel Tivoli Avenida Liberdade, certo?! Pois bem, tenho mais dois textos para postar aqui, contando como foi conhecer o SPA do hotel e esse aqui, onde quero contar minha experiência gastronômica lá na Cervejaria Liberdade, que abriu há pouco tempo e já está na lista dos melhores lugares para comer em Lisboa. E não é para menos…

Acabei encaixando um jantar lá e foi maravilhoso. Minha companheira de jantar foi a Joana, uma simpática portuguesa que trabalha há anos no ramo de marketing hoteleiro. Provei diversas delícias, que vou contar detalhadamente para vocês. Antes, quero falar do ambiente. Como podem ver pelas fotos, a Cervejaria Liberdade é elegante, sem deixar de lado aquele ar descontraído que toda boa cervejaria tem. Sem dúvidas, a decoração é lindíssima, seguindo toda a linha de qualidade do próprio hotel.

Eles possuem uma lista enorme de bebidas, entre cervejas e bons rótulos de vinhos portugueses. Novamente! Nunca peça outro vinho em Portugal, sem que seja um vinho do país. Fique tranquilo, pois qualquer coisa que você decida beber, estará fazendo uma boa escolha. Eles tomam sempre muito cuidado com o que vão oferecer aos seus clientes.

Agora de comidinhas! Começamos com as entradas. O primeiro prato que chegou foi o couvert, com torradinhas e dois acompanhamentos, um potinho de manteiga e um patê de marisco. Os portugueses adoram frutos do mar! Depois vieram mais torradinhas, mas agora acompanhadas de uma porção de presunto cru chamado Joselito. Nem preciso dizer que estava muito bom, né?! Adoro presunto cru e aquele foi a primeira vez que provei. Já fiquei fã.

Depois chegaram mais pratos! A famosa Casquinha de Santola, que aqui é mais conhecida como a nossa Casquinha de Siri! Aqui ela vem mais sequinha, lá eles colocam a carne em meio a um molho cremoso. Fica uma delícia com um fio de azeite português por cima. Huuummm! Para finalizar as entradas (e eu já estava enlouquecendo com tanta coisa boa junta na mesa), chegaram os “Gambas al ajillo”. Eles chamam os camarões de gambas. Camarões médios, limpos, deliciosamente temperados com um molho de alho. Eu poderia passar o resto da viagem comendo só esse prato. Estava sensacional. Incrível como o alho deixa tudo mais gostoso, não é?!

Bom, essas foram as entradas que pedimos. Mas existem outras boas opções. De pratos, a Joana me disse que eu precisava provar a lagosta deles. Como eu já estava bem satisfeita com todas as entradas, achei que a lagosta seria uma boa ideia, pois sua carne é bem leve. Lá na Cervejaria Liberdade, existem duas opções para a gente escolher com relação à lagosta. Eles podem servi-la somente cozida ao vapor com sal e a gente tempera com limão siciliano, ou ela pode acompanhar um molho cremoso que leva creme de leite na composição. Claro que eu optei pela lagosta somente cozida. Afinal, o sabor dessa iguaria é bom demais para misturar com molhos. Claro que amo temperos, mas em alguns casos, amo sentir o sabor natural das coisas, vocês sabem. E a lagosta cozida com limão por cima foi uma excelente escolha. Que lagosta macia, no ponto certo, perfeita. Carne tenra, saborosa, suculenta e fresca. Estava perfeita!

Ah! Esqueci de dizer que todos esses pratos foram harmonizados com um excelente vinho português chamado Cortes de Cima, da uva Sauvignon Blanc, que foi produzido na região de Alentejano. Como disse (e vou continuar dizendo até cansar), os vinhos portugueses são excepcionais! Assim como todos os pratos. Juro para vocês que fiquei muito fã da gastronomia portuguesa depois dessa viagem. Tudo maravilhoso! Explosão de sabores em nossa boca, com toda certeza!.

Claro que ainda tinha um espaço para a sobremesa, não é?! A Joana me disse que existe uma lá que não poderíamos perder de provar. Claro que confiei nela! Se chama Sopa de Morangos. Só de lembrar dessa sobremesa, meu estômago chora querendo mais. Eles trazem um fogão portátil para o lado da mesa e lá eles começam a mágica. Misturam alguns líquidos (incluindo alcoólicos) e colocam os morangos para cozinhar.

Eles ficam bem moles e aquele líquido doce, vem junto para o prato. Ao final, eles colocam uma bola de sorvete de creme no meio. Deu para aguçar a gula de vocês? Estava espetacular, uma das melhores sobremesas que já comi na vida e quero muito comer de novo! Serve para duas pessoas. Além de deliciosa, a sobremesa é linda de se ver.

 

Bom, nem preciso dizer que meu jantar lá na Cervejaria Liberdade foi maravilhoso, não é?! Mais uma experiência gastronômica incrível que pude ter, só para me deixar com mais amor por Portugal e tudo relacionado a esse país singular. Lá na Cervejaria, você vai encontrar um ambiente elegante com preços bons, alta qualidade de produtos, ingredientes e execução. Impossível não se encantar e não desejar mais. Aproveite sua viagem à Lisboa e dê uma passada lá. Vai valer muito a pena. Mas muuuuito mesmo. Seu estômago irá me agradecer por essa dica depois. =)

Cervejaria Liberdade

Avenida da Liberdade, 185. Piso térreo do Hotel Tivoli Av. Liberdade. Lisboa. Portugal.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*