Europa

Uma pincelada sobre Roma

 

Ah! Roma! Essa cidade é fantástica. É como se ela conseguisse ser tudo ao mesmo tempo. Agitada e calma. Moderna e histórica.
Imagine a seguinte cena: você descendo de uma estação de trem e de repente, se depara com o majestoso Coliseu, bem na sua frente. Uma estação de trem. O Coliseu. Entende o que quero dizer? Roma é uma mistura de tudo e mais um pouco.
Roma é a capital da Itália. Fica numa região chamada Lazio e tem por volta de 3 milhões de habitantes. A moeda corrente é o Euro e o idioma é o italiano. Tem uma área de 1.285 km 2 e é a maior cidade da Itália, e também a mais populosa. Obviamente, a religião predominante por lá, assim como em todo o resto da Itália, é a católica romana.
Para falar da história de Roma, preciso voltar uns 2.500 anos no tempo. Sua fundação histórica está datada no ano de 753 a.C. Segundo a mitologia romana, a origem da cidade é explicada através do mito dos irmãos Rômulo e Remo, que teriam sido jogados no rio Tibre e resgatados por uma loba, que os amamentou. Depois, eles teriam sido adotados por um casal de pastores. Depois de adultos, eles retornariam a sua cidade natal e ganhariam terras que mais tarde seriam chamadas de Roma.
Ir para Roma e não ver o Coliseu, mesmo que seja só por fora, é um crime. A energia daquele lugar é incrível e se fecharmos os olhos, é possível imaginar a quantidade de pessoas que se digladiavam e quantos morreram. “Aos leões!” Ele é uma das primeiras coisas que me vem à cabeça quando lembro de Roma. Ele é de tirar o ar.
O centro histórico de Roma é pequeno e você pode pegar um trem até a estação Coliseu e fazer todo o resto importante a pé. Mas reserve um tênis confortável, pois você vai andar.
Do Coliseu, você vai caminhando e logo verá o Foro Romano, que são ruínas de várias construções antigas, que eram o centro da vida pública em Roma. Tire muitas fotos e continue caminhando. Logo você encontrará a Piazza Venezia, que é um prédio lindo, todo branco e que tem o monumento nacional a Vitor Emanuel II.
Uma dica: reze para atravessar as ruas de Roma. Confesso que eu atravessava de olhos fechados e nem via os carros parando bem em cima de mim. Você não será atropelado, mas passará por alguns sustos. Torça para presenciar uma briga de trânsito entre dois italianos. Será uma das cenas mais divertidas que verá em sua vida.
Caminhe mais um pouco e então chegará a um lugar maravilhoso. Você simplesmente estará caminhando por uma rua qualquer e de repente, uau! A Fontana di Trevi aparece bem na sua frente, como em um passe de mágica.
É uma fonte cheia de história e faz parte da identidade da cidade. Ela é bem grande (cerca de 26 metros de altura e 20 de largura) e fica jorrando sua água o tempo todo. Vale a pena visitá-la tanto durante o dia, quanto de noite. Você vai achar que está vendo uma outra fonte. O término de sua construção é do ano de 1762. A estátua principal é do deus Netuno sendo puxado por dois cavalos marinhos em um carro no formato de concha.
Não deixe de jogar uma moedinha lá e fazer um pedido. Reza a lenda que, além dos pedidos serem realizados, jogando uma moedinha, você assegura sua volta para Roma. Por via das dúvidas, eu joguei umas 5 moedinhas lá. Te aconselho a fazer o mesmo.
Piazza Navona

Ir para Roma e não comer uma bela pasta acompanhada de um vinho igualmente italiano, não é uma visita completa para Roma. Você pode encontrar boa comida em qualquer restaurante. Mas eu recebi essa dica de um amigo antes de viajar para lá e quero passá-la para vocês. Você pode sim, comer nesses restaurantes comerciais, feitos especialmente para os turistas e que ficam em volta das atrações turísticas principais. Geralmente esses restaurantes tem mesa na calçada e o valor é um pouco mais alto.

 

Meu conselho é o seguinte: procure um restaurante que seja pequeno, intimista e que tenha somente uma porta para entrar. Simples e familiar. O tipo de restaurante que os italianos frequentam, e não os turistas. Talvez o valor não seja tão diferente, mas pode ter certeza de que algum senhor italiano com muito conhecimento culinário, ou uma senhora cheia de segredos irá preparar sua melhor comida. Não estou exagerando quando digo que você corre o risco de comer a melhor comida de toda sua vida. Acredite!
Roma é uma cidade impossível de não amar. Você vai se divertir, se emocionar, se apaixonar, se irritar e mesmo assim, vai querer voltar quantas vezes forem possíveis. Pois ela nos deixa assim. Ela tem cheiro de história e glória, mas ao mesmo tempo é um caos. Só indo para entender e sentir.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*