Brasil

Um resumo sobre Pirenópolis

Um resumo sobre Pirenópolis

 

Bom, quem me acompanha pelo Instagram (se ainda não segue, corre lá no @viagensdatalita) viu que eu fui com o Alê passar o Ano Novo em Pirenópolis, cidade linda que fica a 2 horas de Brasília. Tem muita coisa para contar sobre lá, mas antes de contar todos os detalhes, quero fazer um resumão de como a gente chegou lá, como é a cidade, etc. Só para dar um gostinho de “quero mais” para vocês.

Pirenópolis é um município do estado de Goiás e fica bem no centro do nosso país. Ele foi um dos primeiros a ser fundados no estado todo e seu primeiro nome era Minas de Nossa Senhora do Rosário Meia Ponte (heeeeinn?!), dado por um minerador português. Para quem não sabe, essa região central do Brasil é muito rica em minérios e pedras semi e preciosas. Mas, o que tem para fazer em Pirenópolis? Além de comer muito bem e se encantar com o fato de ela ser inteira histórica, tem muita cachoeira.

A vantagem das cachoeiras da região de Pirenópolis, é que todas elas são de fácil acesso e não precisamos de guias para realizar os passeios. Nós alugamos um carro em Brasília e fomos dirigindo. Uma vez estando em Pirenópolis, usamos o carro todos os dias para ir às cachoeiras que queríamos visitar. Todas as cachoeiras são como parques onde se paga para entrar. Muito louco pensar que uma pessoa normal é dona de uma cachoeira, que é algo tão da natureza. Muito doido pensar isso. Mas enfim… Lá o esquema é assim e costuma funcionar. O problema é que na época que fomos (Ano Novo) é a altíssima temporada para a cidade. É quando ela fica mais cheia. Por isso, algumas cachoeiras não limitam a quantidade de visitantes, o que provoca super lotação.

Algumas cachoeiras, por mais lindas que sejam, fica impossível de ir nessa época. Nós optamos somente pelas cachoeiras que limitavam os visitantes. 150 no máximo em uma e 80 em outra. Nas outras, pode passar de 500 pessoas. Agora imagina, 500 pessoas em uma cachoeira! Não rola, né?! Mas veja bem, isso não significa que a cachoeira seja ruim. Muito pelo contrário. Todas são maravilhosas e incríveis. Mas se você é como a gente, que se incomoda com aglomeração, vou dar a dica das cachoeiras nos próximos textos. Fiquem de olho.

Pirenópolis é uma graça. Se em algum dia da viagem você não quiser visitar alguma cachoeira, dá para ficar passeando pela cidade. Parece muito Tiradentes, Paraty e outras cidades históricas. Tem muito restaurante gostoso, várias igrejas para a gente visitar também. Bares, sorveterias, etc. Dá para curtir muito por lá. Vou dando as dicas ao decorrer dos outros textos. Fiquem de olho. Mas a maior dica de toda é só uma! Pirenópolis é uma maravilha brasileira que todos brasileiros precisam visitar. É maravilhoso!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*