Europa

Tudo sobre o Vaticano

Tudo sobre o Vaticano

 

Independente da sua religião, crença ou opinião sobre a igreja católica, sabia que o Vaticano é um lugar que merece respeito por diversos fatores. Além de ser a casa do querido Papa, lá é um lugar único. Não existe qualquer outro lugar religioso no mundo que a tenha a grandiosidade das construções e obras que o transformam em algo que cair o queixo.

O Vaticano é uma cidade estado que fica dentro da capital da Itália, Roma e a sede da igreja católica no mundo. Com uma área de 0,44km2 e cerca de 800 habitantes (sendo que um deles é o Papa), é o menor país do mundo. Possui até uma bandeira. Os idiomas oficiais são o italiano e o latim. Muitos documentos (a grande parte das missas) são emitidos em latim até hoje. A moeda corrente é o Euro.

Eu cheguei no Vaticano em um sábado, mas se tivesse ido no domingo, teria tido a sorte de ver o Papa e receber a benção dele. Mas foi o que deu para fazer (eu iria voltar ao Brasil no domingo bem cedinho). Óbvio que dá para chegar ao Vaticano caminhando, para aproveitar e conhecer um pouco mais de Roma. Aliás, Roma é uma cidade perfeita para caminhar, pois é plana e linda, só tome cuidado ao atravessar as ruas.

Dá para saber que chegamos ao Vaticano, pois a Basílica de São Pedro está lá, toda linda e grandiosa para nos receber. É preciso passar por revista e pegar uma fila grande para entrar, mas não se assuste, ela vai mais rápido do que você imagina. Não é preciso pagar para entrar na Basílica, apenas para acessar algumas partes mais importantes.

Logo que entramos, o queixo já cai no chão. É tudo enorme, cheio de mármore e esculturas de mármore por todos os lados. Perto da entrada, atrás de um portão e protegida, está a incrível e famosa escultura La Pietá, que foi feita por Michelangelo em 1499. Essa escultura representa Maria com Jesus morto em seus braços. A dor de uma mãe que perdeu seu filho. Só de me lembrar dessa obra de arte feita pelo mestre, me arrepio. É linda demais!

Levamos algum tempo para olhar tudo (ou quase tudo) que tem ali dentro da Basílica, mas entre uma olhada e outra, tire um tempo para sentar e rezar, pode ser somente para agradecer. Faz um bem danado agradecer, ter gratidão. E eu estava super grata por estar ali, conhecendo e vendo de perto tanta coisa linda.

Depois de babar e se admirar com tudo que existe dentro da Basílica, é hora de ir caminhar ao Museu do Vaticano, que fica ao lado da Basílica e faz parte do pequeno país. É uma visita obrigatória, pois lá dentro do Museu, você encontrará uma das pinturas mais conhecidas, aclamadas e famosas de toda a história da arte. A Capela Sistina, que também foi pintada por Michelangelo.

Sua inauguração foi em 15 de agosto de 1483 e durante sua criação, Michelangelo deixava seus empregados e até o Papa da época, de cabelo em pé. É sempre difícil lidar com artistas (hahahaha). Mas a verdade é que o resultado final deixou todos satisfeitos, pois o que eles criaram ali, é maravilhoso.

Na Capela Sistina representa a criação do universo, em todas as fases. Pelo menos quando eu fui alguns anos atrás, não é possível tirar foto. Mas muita gente dá uma burlada nessa regra e consegue uma foto linda do lugar. Eu fui cagona e não tirei, mas as pinturas estão guardadas na minha memória para sempre. Um detalhe importante é não deixar de ver o resto do Museu do Vaticano, pois eles guardam algumas obras de grandes nomes da arte italiana, principalmente da época renascentista (aí corações saem da minha cabeça, pois é um dos meus períodos favoritos).

Resumindo… Esse pequeno país chamado Vaticano que é a casa do querido Papa, merece ser visitado quando você estiver em viagem pela Itália. Vale muito a pena se deixar impressionar com a grandiosidade do lugar e de suas obras. Visitar um lugar desse, com um valor que não pode ser calculado, não é algo que fazemos todos os dias. Então, aproveite cada segundo para conhecer mais e mais. Vale muuuuito a pena!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*