Diário de Beleza

Tudo sobre o Kefir!

Tudo sobre o Kefir!

 

Desde a semana passada estou cultivando os famosos Kefirs aqui em casa. Depois de muito tempo lendo sobre o assunto, chegou minha hora de receber uma doação de grãos de Kefir de água e começar minha jornada em busca de um intestino mais saudável. Para ver se finalmente, minha imunidade para de ficar sendo bipolar e estabiliza de vez. Mas, afinal de contas, o que é o Kefir?

São nódulos que são resultantes de uma combinação de leveduras e bactérias probióticas (aquelas que fazem bem para a nossa saúde) que parecem pequenas cabeças de couve flor, todas juntas. Tem uma textura gelatinosa quando hidratados. Eles precisam ficar em algum ambiente para que sua fermentação, produza a bebida que ingerimos, que contém alto índice probióticos que vai fazer bem para uma série de coisas em nosso corpo. Vou listar isso para vocês já já. Mas, como se cuida e como conseguimos o Kefir?

Você precisa encontrar alguém que cultive o Kefir, para receber uma doação. Exato, não se compra o Kefir (até pode ser comprado, mas não precisa, basta achar um doador). Existe o Kefir cultivado em leite e o Kefir cultivado em água. O meu é cultivado em água e coloco açúcar orgânico demerara para alimentar os bichinhos. Mas também podemos colocar açúcar mascavo para isso. O resultado da fermentação é uma bebida azedinha que é o bebemos. No caso do leite, ele fica tipo um iogurte e o bichinho se alimenta dos açúcares do leite. Em ambos tipos, teremos os benefícios dos probióticos que o Kefir vai produzir na sua fermentação.

Geralmente, as pessoas fazem um litro de água por vez. Mas caso queira fazer menos, a quantidade certa de açúcar é cerca de uma colher de sopa rasa por cada 250ml de água. Eu estou fazendo meio litro todo dia, então coloco duas colheres na jarra. A água utilizada precisa ser filtrada ou mineral. Eu prefiro a mineral (porque só bebo água mineral alcalina). Depois de preparar essa água, você coloca os bichinhos nela, cobre a boca com um papel toalha ou pano fininho branco, prendendo com um elástico e é só deixar fermentando em algum lugar sem luz. Dentro do armário é perfeito (longe de formigas).

A questão da fermentação, depende muito do que seu organismo. Quanto mais tempo deixar fermentando, mas a ação de “prender o intestino” ele vai ter. O ideal, para pessoas que costumam ir ao banheiro regularmente, é a fermentação de 24h. Ou seja, a cada 24h você vai precisar renovar todo o processo e sua água estará perfeita para ser tomada. Se quiser deixar por 12 horas, ela vai ter um efeito mais laxativo. Se quiser beber a água de 48 horas, ela terá um efeito menos laxativo. Como disse acima, o ideal, para organismos sem problemas, é a água de 24h.

Depois de tudo isso, é importante entender como o Kefir ajuda a melhorar nossa saúde e como ele combate tantas coisas que agridem nosso corpo todos os dias. Vou contar para vocês agora!

– Ajuda a reduzir problemas estomacais, pois controla a acidez do estômago. Ajuda a combater gastrite, úlcera, refluxo, etc;

 

– Ajuda a controlar a produção de bílis pelo fígado, portanto colabora no tratamento de doenças hepáticas também;

 

– No caso do kefir de leite, o cálcio na sua composição ajuda a combater problemas relacionados à deficiência de cálcio;

 

– No intestino, é onde acontece a melhor ação do Kefir. Os lactobacilos e bactérias probióticas presentes no Kefir, ajudam em casos de colite, controlam a proliferação das bactérias ruins, controlam diarreia e constipação, assim como diversas inflamações. Trazem saúde ao intestino;

 

– Ajuda na melhora de problemas respiratórios, devido ao controle de inflamações crônicas no corpo;

 

– Fortalece o sistema imunológico, ajudando assim a controlar inflamações e alergias oportunistas como a candidíase, alergias dermatológicas, etc. Proporciona o equilíbrio entre as células;

 

– Possui Triptofano que estimula a produção de serotonina e endorfina pelo cérebro (hormônios do bem estar), ajudando assim em problemas emocionais como depressão e ansiedade;

 

– Favorece o bom funcionamento do coração, ajudando a regular a pressão arterial e combate o colesterol ruim;

 

– Ajuda a manter pele, unhas e cabelos saudáveis;

 

– Como o líquido é rico em proteínas, ajuda demais no pós academia, para o aumento da musculatura e na sua recuperação;

 

– Regenera a nossa flora bacteriana boa, dando força às bactérias boas presentes em todo nosso organismo;

 

– Como tem baixo índice de calorias e por ser rico em proteínas e reduzir as inflamações do corpo, ele também ajuda a reduzir peso, caso esse excesso tenha sido causado por alguma ação que o Kefir possa controlar.

Em modo geral, o Kefir ajuda a controlar tudo isso que mencionei acima, pelo simples fato de que ele, por nos trazer o benefício das bactérias boas ao nosso intestino, faz com que nosso corpo tenha mais ações das bactérias boas no corpo do que as ruins. Isso faz com que muitas inflamações sejam controladas e isso reduz a produção de substâncias ruins pelo nosso próprio corpo. Afinal, inflamação faz com que uma sequência lesiva seja desencadeada assim que ela se instala em nosso organismo. (Para aqueles que não sabem, sou fisioterapeuta por formação, então sei o que estou falando).

Tenho certeza de que muitos de vocês tinham curiosidade sobre o tema. Espero ter esclarecido as dúvidas de vocês e caso queiram cultivar o Kefir também, me avisem. Se der certo, posso fazer a doação dos meus para vocês, quando eles estiverem grandes. Vou adorar. E você? Cultiva ou quer cultivar Kefir? Me contem tudo e compartilhem esse texto com seus amigos. Ter boa saúde nunca é demais.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*