Rocktrip

Trajetória do Grunge na História do Rock

Trajetória do Grunge na História do Rock

 

Grunge. Significa sujeira ou imundice (o que acaba descrevendo os artistas desse estilo, na época). Um movimento derivado do rock alternativo com influências do indie, punk e hard rock, que surgiu no final da década de 80, no estado de Washington, Estados Unidos, principalmente na cidade de Seattle, onde muitas bandas que tiveram sucesso nasceram. A maioria delas na verdade. As letras eram carregadas de sentimentos de revolta, liberdade, sarcasmos e melancolia.

Os artistas e bandas desse movimento grunge eram os mais despojados, caracterizados por camisas e calças largas, cabelos compridos (às vezes sem lavar por alguns dias). Comparados com as outras bandas de outros movimentos do rock que existiam na época, o grunge não seguia padrões. Era como se eles quisessem mesmo se libertar de toda aquela teatralidade que existiam em outras bandas (tão fantásticas iguais). O grunge foi considerado por muitos, um movimento libertador, onde os artistas tinham asas para voar para onde queriam. O excesso de drogas também veio junto com essa liberdade (liberdade falsa ao meu ver, pois algo que te vicia te deixa mais preso do que nunca).

Tudo é muito característico no grunge. As letras, as arranjos, as melodias… Quando escutamos uma música grunge, na hora sabemos que é grunge. Não sei vocês, mas acho o som distorcido (essa palavra descreve muito bem) da guitarra muito característico, mais do que qualquer outro instrumento. Uma guitarra tocando grunge, todo mundo sabe o que é.

Nem preciso dizer qual banda foi a percussora desse movimento. Mas para aqueles que não sabem, o Nirvana foi sim a primeira grande banda de grunge a fazer sucesso. O movimento ganhou força especialmente quando o segundo disco da banda, o clássico Nevermind, desbancou em 1991 o rei do pop Michael Jackson nas paradas americanas. Mas o grunge não nasceu aí. Ele se tornou famoso ao mundo com esse acontecimento, apenas isso. Duas bandas de grunge já estavam na ativa, Green River desde 1983 e a banda Soundgarden desde 1984. Elas foram as primeiras bandas grunges a gravar para um selo independente local, o Sub Pop.

Após isso, nossa querida MTV fez todo o trabalho de espalhar o movimento grunge pelos quatros cantos do nosso mundo e transformando no que ele ainda é hoje, mas claro, antes era bem mais forte. O movimento perdeu muita força após o suicídio do líder da banda Nirvana, Kurt Cobain. Se pararmos para analisar, quantos artistas desse movimento considerado por muitos como “depressivo”, se suicidaram? Nem quero pensar nessa lista, pois meu coração se entristece demais.

Agora que já contei um pouco sobre o que é o grunge, quero contar um pouco sobre as bandas principais desse movimento dos anos 90. Apertem os cintos!

 

Nirvana

Banda que surgiu em Seattle, onde o vocalista era o Kurt Cobain, baterista o Dave Grohl e o baixista era Krist Novoselic. Na verdade, a banda nasceu em 1987 e vários bateristas passaram por ela, mas Dave Grohl entrou na banda em 1990. O Nirvana alcançou o sucesso quando o primeiro single do disco Nevermind, Smells Like a Teen Spirit, estourou em todo o mundo. Em 1994 Kurt se suicidou e a banda acabou com apenas 3 discos lançados. Mas até hoje, já venderam mais de 75 milhões de discos, sendo 25 milhões somente nos Estados Unidos.

Pearl Jam

Impossível não falar dessa banda quando pensamos em grunge. Liderada pelo incrível vocalista, Eddie Vedder (muitos corações para esse homem que é lindo, pai de família e tem uma alma iluminada), o Pearl Jam surgiu em 1990 e seu primeiro disco foi o álbum Ten, que muitos consideram como o melhor e mais marcante da banda. Ao contrário de diversas bandas do movimento grunge, o Pearl Jam ainda está na ativa, criando músicas, gravando discos e fazendo shows pelo mundo todo. E o Eddie continua cada dia mais lindo.

Soundgarden

A banda foi formada em 1984 (ano em que euzinha nasci), em Seattle também. Uma diferença do Soundgarden para as outras bandas, é a pegada mais pesada, principalmente nos primeiros anos de sua carreira. Muitos consideram o Soundgarden como a pioneira do grunge, já que foi a primeira a assinar com uma grande gravadora. Chris Cornell nos vocais e já deixava todo mundo doido (principalmente o público feminino), por causa de sua voz tão linda e tão peculiar.

Alice in Chains

Questão de gosto e opinião, mas para mim, a banda Alice In Chains é o que existe de mais grunge na cena roqueira de todos os tempos, por mais que muitos digam que eles possuem elementos do heavy e do metal alternativo. Eu acho essa banda a mais grunge de todas. Também nasceram em Seattle, em 1987, a banda passou por vários momentos de altos e baixos, trocas de integrantes, etc. Mas a guitarra distorcida está lá e aos primeiros acordes, já identificamos a banda. Continuam na estrada e esse ano eles estarão entre as atrações do Hellfest, que acontece na França no mês que vem.

Temple of the Dog

Uma super banda que surgiu pela união de Cris Cornell e Eddie Vedder. Incrível (meu irmão tem o cd dessa banda e eu vivia roubando sem ele saber hehehe). O que poucos sabem, é que até o momento em que essa banda foi criada, Eddie era desconhecido e Chris foi seu padrinho musical, lhe proporcionando a chance de cantar com ele na música Hunger Strike. Eles lançaram apenas um disco que leva o nome da banda em 1991. Neste momento, Eddie já tinha o Pearl Jam e já era conhecido.

Stone Temple Pilots

Uma das poucas bandas grunge que surgiu fora do cenário de Seattle. O STP (sigla que muita gente ainda usa) nasceu em San Diego, na Califórnia. Mas, a banda já sofreu boas perdas. Após a saída de Scott Weiland (vocalista desde então, porém foi retirado da banda por conta de seus problemas com drogas), em 2013 (após um período longo sem lançar nada) a banda colocou Chester Bennington como vocalista. Porém ele faleceu no ano passado. E Scott, que formou uma grande banda chamada Velvet Revolver (com alguns integrantes do Guns n Roses) faleceu em dezembro de 2015, por conta de uma overdose de drogas.

Foo Fighters

Também criada em Seattle em 1994. Após a morte de Kurt, Dave (que já estava trabalhando nesse projeto mesmo com Kurt vivo, o que muitos dizem ter colaborado com a depressão de Kurt) criou a banda com sua cara, com seu jeito. Mas não pense que foi fácil. Dave cogitou sim a possibilidade de parar com a música. Ainda bem que ele não parou, pois Dave é um dos artistas mais brilhantes e completos da história do rock. Ele compõe, toca guitarra, bateria, canta e é super divertido.

Audioslave

3a banda onde nosso saudoso Chris Cornell fez parte. Foi formada em 2001 por Chris Cornell e por três ex integrantes da banda de heavy Rage Aganist the Machine. Mas a banda tinha mais a cara do Chris, pois era o estilo musical que ele gostava de criar. A banda fez dois álbuns e em 2007, Chris anunciou sua saída da banda (automaticamente o fim dela), por falta de afinidade entre os integrantes (que estavam focados na volta com o Rage). Uma pena, pois sons como “Like a Stone” e “Be Yourself” marcaram os anos 2000.

Não deixando de lado as incríveis bandas como Silverchair, L7, Hole (que a vocalista é a Courtney Love, ex mulher do Kurt Cobain), Creed, POD, Mudhoney, Screaming Trees, Bush, Sonic Youth, etc. Tantas bandas que surgiram e aos poucos perderam sua força ou até mesmo acabaram. O importante é que o grunge teve e sempre terá uma importância muito alta na história do rock. É um estilo de vida que muitos seguem até hoje.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*