África

The River Lodge at Thornybush, na África do Sul

The River Lodge at Thornybush, na África do Sul

 

Uma pausa para uma respiração funda… Antes de começar a escrever sobre esse lodge, preciso dizer que de longe, ele foi o hotel mais exclusivo e mais luxuoso que conheci em toda minha vida até agora. Falar desse lugar vai ser fácil e difícil ao mesmo tempo, porque talvez nada do que eu fale ou explique aqui, vai trazer de verdade a essência desse lugar, onde podemos ficar submersos pela natureza por completo. O The River Lodge, fica na reserva privada de Thornybush, que significa arbusto com espinhos. Referência à uma planta que tem uns espinhos gigantes e bem duros, presente em todas as reservas que estivemos. Se já quiserem ver o vídeo do lodge, está nesse link https://www.youtube.com/watch?v=AmE5nF5D4VE

Thornybush é uma reserva especial entre todas as outras. Na verdade, todas são especiais do seu jeito, mas nessa, vimos grupos enormes de quase todos os animais. Manadas enormes e despreocupadas. Também foi lá que tomamos alguns sustos com relação aos elefantes. Eles são fofos, mas não gostam muito de qualquer tipo aproximação. Vou contar tudinho a vocês. Lá na Thornybush, eles possuem todos os animais que podemos encontrar em uma savana, até os crocodilos, mas não os vimos porque o rio que passa na frente do lodge está seco nessa época de inverno.

Antes de sair escrevendo sem parar sobre a estrutura do lodge, quero contar um pouco sobre a reserva. A reserva de Thornybush tem um fácil acesso pela estrada e eles fazem traslados do aeroporto de Hoedspruit, caso você queira ir para lá de avião. O Alê e eu fomos de carro, portanto chegamos facilmente pela estrada (ótima por sinal). Colocando no google maps (que funciona melhor do que o Waze lá) você chega numa boa. Andamos alguns minutos dentro da reserva e já podemos perceber que ela é bem diferente das outras. Mesmo lá tendo elefantes, a maior parte das árvores está inteira. Eles possuem grupos grandes de elefantes, mas eles não destruíram tudo, como fazem na Sabi Sand.

Dentro da reserva, existem outros lodges, igualmente luxuosos com o The River. Mas, lá no The River, nãó é difícil um antílope ou um elefante vir beber água na piscina, ou acordar com um leopardo na porta do seu banheiro. Tomamos café da manhã com os babuínos pulando pelas árvores, os elefantes passando e girafas desfilando do outro lado do rio seco. Cenários perfeitos para quem quer começar bem o dia.

Na reserva de Thornybush, vimos os maiores grupos de animais. Muitos rinocerontes juntos, muitos hipopótamos juntos, muitos elefantes, muitos búfalos, muitas girafas, muitos leões… Eram grupos realmente grandes, se dando bem e de boa. Confesso que fiquei com um certo medo do grupos de 8 hipopótamos que estavam em um dos lagos. Não sei se vocês sabem, mas o hipopótamo só tem cara de bonzinho. Ele é o animal que mais mata pessoas em toda a África. Geralmente, pessoas que entram nos lagos ou rios para se banhar ou pescar, e eles atacam. Por serem territorialistas demais, eles atacam sem dó. Sua mordida é fatal. Minha dica (ridícula, na verdade) é que antes de entrar em qualquer lago ou rio na África, espere 10 minutos (hahahaha). É sério. Os hipopótamos não ficam mais que 6/7 minutos submersos. Assim você não ganha uma surpresa desagradável.

O ranger que estava com a gente durante os game drives que fizemos, tinha uma arma. Na verdade, foi o único ranger que vimos com arma em todos os safáris que fizemos. Fiquei intrigada, mas tudo bem. Eu achei a reserva a mais selvagem de todas que passamos. Os animas lá são mais ariscos, não sei explicar. Parecia que estávamos mesmo no meio da natureza beeem selvagem. Foi demais!

Os elefantes! Tomamos alguns sustos com eles. Esses gigantes não gostam mesmo de aproximação e gostam menos quando eles precisam sair do caminho para a gente passar com o carro. Um elefante jovem estava destruindo sua árvore, super se divertindo, quando decidimos passar. Ele bufou, balançou a cabeça e saiu de lá, reclamando muito. Mas, ele pegou com a tromba um pedaço da árvore e meio que ameaçou bater no carro com ele. E depois, paramos para observar os hipopótamos e ele veio meio que correndo na nossa direção. O ranger saiu dando risada dizendo que tínhamos estragado a vibe do elefantinho. Foi demais.

Vimos um grupo preguiçoso (pra variar) de leões que nem se deram ao trabalho de levantar a cabeça ou acordar para nos dar um oi. Vimos também um grupo com mais de 100 búfalos africanos. Mas o que mais me emocionou (de novoooo), foram os rinocerontes. Conseguimos nos aproximar de um grupo de 6 rinocerontes brancos que estavam comendo tranquilamente sua graminha. Eles nem ligaram para o carro. Lá, eles mantém os chifres do rinoceronte, sendo contra a política de retirada do chifre. Me emocionei novamente, me vendo cercada por esses animais que eu tanto amo. Acho que foi um dos momentos mais lindos da minha vida.

Bom, acho que já deu para vocês perceberem o quão especial é o safári lá na reserva de Thornybush, onde o The River Lodge fica localizado, não é?! Agora, quero contar tudo sobre o lodge. Que é um verdadeiro 5 estrelas. Um verdadeiro paraíso para aqueles que gostam de bom gosto, luxo e mimos o tempo todo. É de cair o queixo.

Primeiro que existem poucos quartos lá no The River Lodge. Ficamos em uma suíte simplesmente maraviiilhoooosaaaa. Pra começar, a suíte tinha um deck de madeira enorme com cadeiras para tomar sol e uma piscina aquecida (isso mesmo, aquecida) para a gente curtir. Tudo isso, só para nós. Entramos na piscina de noite depois do jantar e ficamos esperando para ver algum bicho, mas não rolou. Na manhã seguinte, apareceu um impala fofinho para beber água da piscina. Fiquei esperando que um leopardo viesse para nos fazer uma visita, mas ele não veio (hahahaha). A vista do deck é para o rio seco, então fiquei pensando na quantidade de animais por ali, na época em que o rio estiver cheio…

O quarto, na parte de dentro é um show à parte. Uma cama enorme e quentinha para as noites bem dormidas. Um banheiro enorme com um chuveiro na parte da dentro com uma porta para a savana e um outro chuveiro na parte de fora, para a gente tomar banho no meio da savana. Isso mesmo. Tomamos banho no meio da savana africana e foi divertido demais. Um closet lindo e enorme para a mulherada pirar (hahahaha). Uma sala linda e super bem decorada com temas africanos de muito bom gosto, para quem quiser ler um livro ou assistir televisão.

O bacana é que o quarto inteiro tem janela de vidro por toda a extensão do deck, para que a gente fique admirando a paisagem o tempo todo. Fantástico. Nem sei se vocês estão percebendo, mas esse lugar é tipo perfeito para os casais que estão em lua de mel. O destino todo em si é perfeito para essa viagem especial. Mas esse lodge, tem todo um charme romântico a mais que o destaca de todos os outros lugares que já conheci na vida. Até brinquei com o Alê “estamos queimando vários destinos e hotéis, quero ver para onde vamos viajar na nossa lua de mel” (hahahahaha).

As refeições lá no The River Lodge também são bem especiais. De manhã, às 5:45, antes de sairmos para fazer os safáris, comemos alguma coisinha leve e partimos. O café de verdade vem na volta do game drive. Abarrotado de coisas gostosas, frutas frescas, pães incríveis e muito cuidado da parte de todos eles. Como esse povo é educado e atencioso. Tenho certeza que todo esse carinho que eles nos passam, ajudaram a deixar a viagem ainda melhor.

O jantar foi no esquema da fogueira. Em um ponto do lodge que não havia cerca, então estávamos literalmente no meio da savana sem nada para nos proteger, caso algum animal viesse. Mas, não podemos esquecer que os animais não são idiotas e eles não se aproximam de “coisas” que eles não têm interesse. No caso, nós. Então, mesmo que tivesse um grupo de hienas cantando bem do nosso lado (de novo, elas realmente estavam me perseguindo hahahaha), o nosso ranger disse “Não existe a menor possibilidade de aproximação delas, fiquem tranquilos”. E ficamos. Tivemos um jantar maravilhoso com cantoria africana típica liiiinda, muita comida boa e muita bebida do país. Foi inesquecível.

Ah! Já estava esquecendo de contar. O The River Lodge possui um espaço com piscina para quem quiser usar uma piscina maior (já que as piscinas do quarto não são grandes como essa). A vantagem é que a água é mais gelada (bom para os dias de calor) e a vista para a savana é maior. Todos os dias, enquanto não estamos fazendo os safáris, o safári é ali. Em apenas meia hora sentados, admirando a paisagem, vimos girafas, elefantes, antílopes e porcos selvagens. Acredito que se ficássemos mais tempo, veríamos mais animais. Foi demais!

Bom, nem preciso me alongar muito. Já escrevi demais e sei que as fotos e vídeos falam por si. O bacana é que teremos momentos inesquecíveis em todas as viagens que fizermos, mas alguns são mais especiais. Não falo isso por conta do lodge ter uma diária cara ou algo assim, mas falo por conta de tudo que vivemos ali. No hotel, nos safáris, no jantar maravilhoso (que foi lindo e saboroso), em tudo. Tudo ali foi especial. Impossível não cair de amores pelo The River Lodge. E eu já quero voltar quando for a época da cheia. Quero ver aquele rio fluindo e trazendo vida e cor a tudo por lá.

Para viagens de lua de mel, viagens românticas, viagens entre amigos, viagens entre mãe e filha, pai e filho, pais e filhos, etc. O The River Lodge vai te abraçar e te dar uma das experiências mais emocionantes que você terá na sua vida. Não tenho dúvidas disso. Então, acesse o site deles e vá conhecer! Vale muito a pena.

The River Lodge at Thornybush

Acesso o site http://www.thornybush.co.za/lodges/the-river-lodge para conhecer esse e outros lodges da rede. Tenho certeza que algum vai conquistar seu coração.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*