Restaurantes

Restaurante Cosí, em São Paulo

Restaurante Cosí, em São Paulo

 

Estou em uma jornada para conhecer o máximo de restaurantes possíveis aqui em São Paulo. De todos os tipos de gastronomia, de todas as faixas de preços e no máximo de bairros. Tenho tido a sorte de me deparar com boas surpresas ao longo desse caminho e hoje quero contar a vocês sobre uma dessas surpresas maravilhosas. Um belíssimo e tradicional restaurante de gastronomia italiana de primeira qualidade. O Cosí!

O restaurante Cosí fica no bairro da Santa Cecília, lá no Centro de São Paulo. Obviamente, ele se destaca logo que chegamos. Mesmo com sua faixada discreta, dá para perceber que o restaurante é diferenciado quando comparado com os outros da região. O Cosí é perfeito para famílias, casais e pessoas que amam comer um prato italiano e sair do lugar quase explodindo! Impossível não querer comer tudo.

Outro detalhe importante (pelo menos para mim isso é importante). A equipe do Cosí está de parabéns. Todos os funcionários. Além de educados e gentis, eles sabem tudo sobre os pratos. Um mais educado e prestativo que o outro. E os chefs da cozinha então! Esses eu vou elogiar contanto minhas impressões ao comer todos os pratos que provei por lá.

Estou numa vibe de tomar vinho branco (difícil eu ficar assim, mas enfim…) então pedi uma taça de um Pinot Grigio italiano (óbvio) para começar. Experimentamos o couvert deles com pães artesanais, azeitonas e vários antepastos. O pão de abobrinha com sal grosso estava campeão. Esse vale a pena comer sem misturar com os sabores dos antepastos.

Depois pedimos uma das entradas mais famosas do restaurante Cosí. Polenta! Claro que em um almoço italiano, não poderíamos deixar de pedir polenta (lembrei muito do meu avô, que sempre pedia polenta para todo mundo). A polenta do Cosí, é rústica. Ela tem damascos secos na sua massa e parmesão também. Só com isso ela já estaria perfeita, não é?! Mas eles decidiram gratinar a bicha no forno com gorgonzola e finalizar com pistaches por cima. É mole? Foi de longe a melhor polenta que eu já comi na vida (desculpa, mãe e tia). E não estou sendo exagerada. Para comer de joelhos meeeeeesmo!

De prato principal, o Ale e eu ficamos na dúvida. Ele acabou pedindo um prato de ossobuco (foi a primeira vez que ele comeu um ossobuco, de tanto que fiquei enchendo o saco dele para comer, dizendo que era maravilhoso). O prato dele é feito com um ossobuco que ficou cozinhando lentamente por 16 horas (pensa numa carne mole e macia, suculenta). É servida com um risoto de espinafre e tem gremolatta, que é uma misturinha que vem dentro do osso, tipo um molho, com pinoles tostados, raspas de limão siciliano e laranja, salsinha e azeite de oliva. Provei tudo do prato dele e estava impecável. Ele definitivamente começou a comer ossobuco com o pé mais que direito!

Depois que eu consigo sanar minha dúvida, optei por uma massa (hahahaha claro). Eles possuem uma vasta carta de opções de massas, mas escolhi o Tortelli di Ossobuco. Que é relativamente simples. Um tortelli recheado com ossobuco e o molho trufado. Nada mais. Mas eu não sei o que tem nesse prato que me deixou apaixonada! Todas as combinações de sabores pareciam que estavam dançando na minha boca. O molho estava delicioso, o ossobuco macio e suculento, a massa leve… Posso dizer que é um prato que eu considero perfeito, sem sombra de dúvidas. Estava tão bom, que deu até vontade de pedir uns pães para comer o restinho do molho que ficou no prato (para não ser mal educada e dizer que fiquei com vontade de passar o dedo ou lamber o prato hahahaha).

Os dois pratos que provamos estavam nota 10! Nota 10 mesmo, com louvor, estrelinhas na testa e na prova. Que trabalho primoroso esses chefs do restaurante Cosí fazem. Dá até uma certa emoção comer algo assim. Eles se comprometeram a fazer uma gastronomia italiana de qualidade e realmente cumprem com isso. Tenho certeza de que se provasse qualquer outro prato do cardápio, a emoção e alegria seria a mesma.

De sobremesa (eu ainda estou sem comer chocolate, mas ainda bem que a quaresma está acabando, como está sendo difícil) tinha várias opções. Todas super italianas. Eu não pedi o tiramissú que sempre peço nos restaurantes italianos, mas optamos por uma (pedimos só uma porque já estávamos beeeem satisfeitos depois de tanta comilança) sobremesa chamada Torta al Limone. Que é um biscoito enorme de amêndoas com creme de limão siciliano por cima, morangos macerados embaixo e uma bola de sorvete de morango. Nem preciso dizer que estava fantástica essa torta, né?! Perfeitinha e super saborosa. Adoramos!

Resumindo. Não teve nada (absolutamente nadaaaa) que disséssemos “Ahh, esse aqui não está tão bom”. Tudo estava do jeito (ou melhor) que deveria estar, todos os pratos harmoniosos, saborosos e criativos, porém sem deixar de lado a essência da gastronomia italiana que a gente gosta que seja preservada. Massas leves, carnes no ponto, temperos, tudo. Tudinho!

Como é maravilhoso poder contar a vocês essas experiências lindas e incríveis que temos por aí. Como é bom poder escrever sobre algo que gostamos tanto. O restaurante Cosí merece demais a sua visita. Para aqueles que apreciam a boa gastronomia italiana, para aqueles que acham que sabem cozinhar massas (sempre é bom aprender e se renovar). O Cosí pode e deve ser referência nisso e eu tenho certeza de que meus parâmetros para comida italiana, foram elevados para outro patamar. E isso é demais! Corre (mas corre mesmo) pro Cosí.

Restaurante Cosí

Rua Barão de Tatuí, 302. Santa Cecília. São Paulo.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*