Europa

Restaurante Cleo, em Paris

Restaurante Cleo, em Paris

 

Quando eu escrevi aqui no blog sobre o Hotel Le Narcisse Blanc, mencionei que lá havia um restaurante incrível e que iria escrever um artigo todinho sobre ele. Pois bem, estou aqui justamente para contar sobre esse restaurante maravilhoso que se chama Cleo e fica dentro desse hotel incrível chamado Le Narcisse Blanc, que é um 5 estrelas que merece estar na sua lista de hotéis para Paris. Mas hoje, vou contar como foi nosso jantar nesse restaurante tão bacana que é o Cleo.

Como mencionei no texto sobre o próprio hotel Le Narcisse Blanc, a localização é ótima. Perto da Ponte Alexandre III, Des Invalides e tudo mais. Só por isso, já valeria a pena. Mas quando eu disser a vocês que o restaurante Cleo é um dos melhores da cidade, que todo o ambiente é lindo (como o resto do hotel) e que os pratos são ótimos (incluindo o preço também), aí tenho certeza de que te convenço. O Restaurante Cleo precisa estar na sua lista de restaurantes para conhecer quando estiver por Paris.

O nome do restaurante é uma singela homenagem à Cleo de Mérode, uma artista e dançarina dos anos de 1900, que era uma mulher forte e linda, porém sem deixar sua opinião e personalidade de lado. Ela conseguia ser delicada e forte ao mesmo tempo. Ela se negou a fazer diversas coisas que eram tidas como sendo “coisas de mulheres” e jamais sucumbiu. Cleo era talentosa e encantava a todos ao seu redor. O nome desse restaurante é em sua homenagem, assim como todo o resto do hotel Le Narcisse Blanc, que era o apelido de Cleo entre seus amigos igualmente artistas.

Lá no restaurante vamos encontrar um ambiente requintado, cheio de flores, cores delicadas e detalhes que nos deixam apaixonados. Mesmo nas mesas, temos a impressão de acolhimento e conforto que não é habitual de outros restaurantes. Luz baixa, luz de velas, sofás confortáveis, música ambiente quase que inaudível e funcionários educadíssimos. Assim é o Restaurante Cleo, no piso térreo do Hotel Le Narcisse Blanc, em Paris.

Vou começar com o que interessa! Comida e bebida (hahahaha porque é disso que a gente gosta). Dei uma olhada na carta de vinhos deles e na boa, pode pedir qualquer um deles, pode ir pelo valor mesmo, pois mesmo os mais em conta, são maravilhosos. E claro que estamos falando de vinhos franceses aqui. Eles conseguiram escolher bons vinhos, incluindo alguns clássicos e outros que são excelentes custo benefício. Resumindo, da parte de vinhos, fique bem tranquilo e peça aquilo que mais te agradar. Pode ir na fé que com certeza, será um ótimo vinho e seu jantar ficará ainda melhor.

Para comer, eles possuem dois tipos de menus fechados com valores fechados também, mas para quem quiser provar as opções à lá carte, pode ser também. Dos menus, existe o Menu Narcisse que inclui entrada, prato do dia e sobremesa, e esse custa em média 48 euros por pessoa. Já no Menu Léopold, são quatro opções de serviço, sendo duas entradas, prato principal e sobremesa, e esse custa 65 euros por pessoa. E escolhemos tudo com relação aos pratos do menu.

Nós fomos nas opções à lá carte mesmo e foi maravilhoso. De entrada, pedi um Labneh com aspargos verdes e um molho de óleo de alho selvagem. Esse labneh é uma espécie de queijo que veio lá da região do oriente médio. Estava uma delícia e só com essa entrada, eu já sabia que o jantar seria maravilhoso. A Josi pediu de entrada um Velouté de champignon com croutons e um molho de alho. Também estava uma delícia. Velouté é tipo uma sopinha, não tão quente mas também não é fria. Para entrada, é perfeita.

De pratos principais, eu pedi um prato que vinha com filé de carne, aspargos verdes grelhados e um purê de batata. Um prato simples, com ingredientes simples, mas que estava montado em uma apresentação linda e tudo ali estava delicioso num nível muito alto. Difícil dizer algum defeito do prato, pois não havia. E a Josi optou pelo cordeiro selado, com aspargos brancos, molho romanesco e uma espécie de purê também com óleo de alho selvagem (que lembra um pouco o nosso alho tradicional, mas é bem diferente). Claro que havia muita opção para a gente escolher. Foi difícil selecionar o escolhido, mas nossos pratos estavam perfeitos e muito saborosos. Dá para perceber que o pessoal da cozinha lá do Restaurante Cleo sabe o que fazer e como fazer. Sensacional.

E para finalizar o jantar, nada melhor do que uma sobremesa deliciosa. Escolhemos um bolo de chocolate com sorvete de baunilha e uma camada de caramelo com flor de sal por cima (que estava dos deuses real, fantástico) e também pedimos maçãs cozidas com sorvete de creme e uma farofa doce por cima. Melhor jeito de finalizar um jantar, não há. Estava tudo maravilhoso e muito bom. Deu vontade de repetir a dose no dia seguinte.

Acredito que tudo ali no Restaurante Cleo faz parte de um esquema delicioso que eles montaram para agradar a todos. Hóspedes do Hotel Le Narcisse Blanc, visitantes, locais, turistas, etc. Todo mundo é bem vindo no Restaurante Cleo e tenha a certeza de que será uma refeição inesquecível. Eu amei e já quero voltar quando estiver em Paris novamente. Já deixe anotado aí na sua lista, pois vale muito a pena conhecer o Restaurante Cleo e também se hospedar no Hotel Le Narcisse Blanc. Eu amei tudo por lá!

Restaurante Cleo

Boulevard de La Tour-Maubourg, 19. No piso térreo. Paris. França.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*