Uncategorized

Paris sem gastar um Euro!

Paris sem gastar um Euro!

 

Já pensou em visitar a capital francesa (que é sim uma das cidades mais caras do mundo dependendo do estilo de viagem que você quiser fazer) e não gastar um euro para fazer isso? É possível? É possível sim! Nesta lista você encontrará muitas coisas para fazer em Paris, sem precisar colocar a mão no bolso para isso. Quer coisa melhor que viajar e gastar pouco? Vem comigo que te conto tudo.

– Descansar nas cadeiras do Jardin de Tuileries

Pode ser um ponto de encontro ou uma parada estratégica no meio de um dia de caminhadas por Paris. Mas ficar ali, sentado naquelas cadeiras verdes, apenas olhando os patos e outros pássaros e tantas pessoas que passam por lá a todo momento, é gostoso. Então, tire uns minutos para descansar em Paris.

– Ver a Torre Eiffel de todos os ângulos

Não precisamos pagar para tirar aquela famosa selfie com a lindíssima torre ao fundo. Podemos sentar na grama e de noite, cada vez que a hora virar, vê-la piscando. Só pagamos algo ali para subir aos estágios da torre, de resto, é só alegria!

– Visitar o Museu do Louvre

De Outubro a Março, no primeiro domingo do mês, a entrada neste museu incrível é de gratuita. Então, caso esteja em Paris justamente nesse período de sortudos, vá ao Louvre e não se contente apenas em ver a Monalisa. O museu tem muuuuito mais que La Gioconda.

– Passear no Museu D’Orsay

Parece sacanagem francesa, mas o museu D’Orsay também tem sua entrada liberada no primeiro domingo do mês. Bom, aí ou você tira no cara ou coroa, ou fica de manhã no Louvre e de tarde aqui. Ou vice versa. Mas não perca isso.

– Conhecer o Palácio de Versailles

Parece mesmo sacanagem francesa. Mas para visitar esse lugar que parece ter saído de um conto de fadas, não custa nada no primeiro domingo do mês (acho que o primeiro domingo de todos os meses são feriados na França). Mas essa condição só é válida de novembro a março.

– Caminhar pelo Jardin de Luxembourg

O jardim é lindo, enorme e fica em uma área mais nobre de Paris. Se estiver com alguém e com raquetes, podem jogar até tênis por lá. Mas o bom mesmo, é caminhar, correr, respirar um pouco de ar puro bem no coração de Paris. Os jardins mesmo, onde ficam as flores, são lindos e valem a pena serem visitados.

– Visitar o Museu da cantora francesa Édith Piaf

Está na lista dos museus gratuitos de Paris, mas é necessário agendando prévio. Está fechado em todos os domingos. Fica em um apartamento onde Édith viveu por um curto período de sua vida.

– Visitar o Museu Curie

Essa dica é para aqueles que gostam de química, radioatividade, etc. No lugar onde antigamente funcionava o laboratório do famoso casal Curie (aqueles que descobriram a radioatividade e sua utilização para radioterapia, que ganharam cinco prêmios Nobel, mas morreram por câncer). No museu encontramos, cartas, anotações, filmes, etc. Tudo relacionado ao casal e suas descobertas. E a entrada é gratuita.

– Conhecer o Cemitério Père-Lachaise

Grandes nomes franceses e do mundo estão sepultados nesse cemitério. Sei que parece meio mórbido, mas vale a pena. Eu fui e chorei ao ver de perto o túmulo de um dos meus ídolos, Jim Morrison. Nomes como Frédéric Chopin, Marcel Proust, Oscar Wilde, Alan Kardec e Édith Piaf estão por lá também.

– Petit Palais

Também mais conhecido como Museu de Belas Artes de Paris, fica na Champs Elysées, bem pertinho da torre e do arco. A entrada é gratuita e o acervo conta com obras do desde a idade média até o ano de 1920. Além dos belos vitrais que existe lá dentro. Vale a pena conhecer.

– Galerias Lafayette

Não custa nada entrar e ficar babando nas coisas, lojas e decoração das famosas Galerias Lafayette. Não deixe de olhar (muuuuito) para os belos domos que ficam no teto do prédio. São lindíssimos. E se estiver na cidade pela época do final do ano, a decoração e natal é especialmente linda.

– Visitar a Maison Balzac

Para aqueles que gostam de romances, a casa onde o escritor francês Honoré Balzac viveu, virou um museu dedicado ao escritor. Existem os móveis, objetos, livros, esculturas, objetos pessoais e muito mais. Tudo lá e conservado. Detalhe para a linda vista para a Torre Eiffel.

– Maison Victor Hugo

Victor Hugo viveu nesse lugar por 16 anos de sua vida. Lá ele escreveu peças como Os Miseráveis, O Corcunda de Notredame, Maria Tudor, entre outros. O edifício onde tudo isso aconteceu, hoje é um museu que pode ser visitado de graça e ao longo da visita, vamos ver móveis do escritor e até mesmo penas que ele usou para escrever as peças acima citadas.

– Ver o máximo de igrejas que puder

Sim, não precisamos pagar para entrar em quase todas as igrejas de Paris. Sacré Couer e Notredame estão na lista das mais famosas. Vale a pena porque ambas são lindas. Se quiser, podemos até participar de missas. Em Notredame, só pagamos para ver de perto os famosos gárgulas, que ficam no alto da torre.

– Arco do Triunfo

Não precisamos pagar também para ver de perto e fotografar esse monumento tão lindo que é o Arco do Triunfo. Só pagamos para subir no topo dele e ver a cidade lá de cima. Mas sinceramente, se tiver que escolher um lugar para subir, que seja a Torre Eiffel ou a Torre de Montparnasse.

– Ver a Torre Des Invalides

É embaixo desse domo dourado lindo que está enterrado Napoleão Bonaparte. Para ver de perto é preciso pagar, mas se não quiser visitar o Museu Des Invalides, pode somente dar uma olhada por fora. Até se quiser, fazer um pic nic na grama bem na frente dele.

– Caminhar pela Ponte dos Cadeados

É um clássico e virou um grande problema. Mas a ponte não é a Pont Des Arts, como todo mundo chama. Ela se chama Passarelle Léopold-Sédar-Sengor. É essa aí da foto abaixo. Podemos caminhar por ela e até deixar um cadeado se quiser, sem precisar pagar nada.

– E por todas as outras pontes da cidade

Sim, pode se esbaldar de caminhar em todas as outras pontes de Paris. É uma mais linda que a outra, uma tem mais história que a outra. Minha favorita? A lindíssima Ponte Alexandre III. Além de amar o nome dela (hahahaha <3), é disparado a ponte mais linda de toda a cidade luz. Não perca!

– Caminhar e babar pela Champs Elysées

Ainda não precisamos pagar nada para caminhar, sonhar e babar pelas lojas e outros estabelecimentos dessa que é uma das avenidas mais famosas do mundo. A Champs Elysées é linda do começo ao fim. Vale muito a pena caminhar por ela, sem pressa.

7 responses to “Paris sem gastar um Euro!

  1. Paris é linda! Os passeios e entradas de museus valem realmente que se pague, só não concordo com os roubos disparados dentro do palácio de Versalhes. Que as autoridades tomem as providências cabíveis pois estão se tornando uma constante esses inconvenientes.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*