América

Palermo em Buenos Aires

Sem dúvidas, é o lugar mais legal de Buenos Aires. Na minha opinião, é claro. É o maior bairro da cidade e merece alguns dias de visita, caminhando por lá. É dividido em Palermo Soho, Palermo Hollywood e algumas pessoas ainda colocam uma terceira parte, chamada de Palermo Viejo.

 

 

 

Ali tem de tudo um pouco. Tem lojas para quem quer fazer compras, tem bares para quem quer beber ótimos e criativos drinks, tem restaurantes fantásticos para quem quer experimentar uma das melhores culinárias do mundo, baladas ótimas para quem quer agitar a noite toda, etc. As ruas são seguras (mas não abuse na tranquilidade), você encontra pessoas de todas as tribos, desde os alternativos, passando pelos hipsters e fechando com a elite porteña.
Adoro diversidade, adoro pessoas diferentes, adoro ver coisas novas e características de cada pedaço de cada cidade, portanto adoro as peculiaridades de Palermo. Ao mesmo tempo que ele consegue ser despojado, tem seu lado fino. É como se ele trocasse de máscaras à cada esquina. Delícia.
Ótimo lugar para se hospedar, pois você pode fazer muita coisa a pé ou gastar pouco com táxi (isso porque os táxis em Buenos Aires já são bem em conta), para ir jantar ou gastar tempo agradável com seus amigos. Saindo de Palermo, você fica perto da Recoleta e para chegar ao centro, não é difícil. Se quiser usar o metrô, a linha verde que corta todo o bairro de Palermo, vai direto ao centro da cidade, na última estação, a Catedral.
Palermo tem muita variedade de hospedagem (desde hostels, hotéis fofos e hotéis de luxo) e de opções para comer também (todos os tipos de culinária do mundo). Farei um breve uma lista somente com opções de hospedagem e lugares para ir, de Buenos Aires. Fiquem ligados.
Como se não bastasse tudo isso que disse, Palermo ainda abriga o Malba (Museu de Arte Latino Americana de Buenos Aires. Fica na Av. Figueroa Alcorta 3415) que é um museu incrível! E também o Museu Evita (Calle Lafinur, 2988), que é um prato cheio para quem gosta dela, simplesmente a personalidade feminina mais influente da história da Argentina. O zoológico de Buenos Aires (Calle República de la India, 3000) também fica nesse bairro.

 

 

Quer mais motivos para conhecer Palermo? Posso listar mais alguns.

A Plaza Julio Cortazar, mais conhecida como Plaza Serrano, tem muita coisa bacana para ver, conhecer, beber e comer. Vá almoçar em algum dos restaurantes de lá e peça para se sentar nas mesas que ficam do lado de fora. De final de semana, acontece uma feirinha de artesanato na praça, com muita coisa bacana para comprar. Aproveite o sol de Buenos Aires e sinta um pouco da energia do lugar, uma energia vibrante e cheia de cultura.

 

Ah, não deixe de visitar a Papelera Palermo e enlouquecer com tudo que eles fazem ali, desde origamis até cadernos lindos e exclusivos.
A área verde de Palermo Soho é boa também. Lá existe o Parque Tres de Febrero (ou, como é mais conhecido, Bosques de Palermo), que tem uma extensa área verde, repleta de lagos e animais que vivem por ali, como patos, gansos, pássaros, etc. Lá também tem uma grande plantação de rosas, de vários tipos e cores. Na época que estão floridas, é um show a parte.

Procure visitar também o Jardim Japonês, que tem mais de 300 espécies de plantas nativas do Japão. Um passeio agradabilíssimo também. Esse jardim fica na Av. Figueroa Alcorta com a Av. Casares, bem no cruzamento delas.

 

Conhece a boneca Barbie? A primeira loja temática dela onde a principal atração é você e sua filha, está em Buenos Aires. Em Palermo, na Av. Scalabrini Ortiz, 3170. A entrada é gratuita e tem serviços de beleza como cabelereiros e manicure, tem local para tomar chá, área de brinquedos e faz a alegria das meninas e das mulheres que tiveram uma infância com coleções da Barbie. A loja é inteira cor de rosa e tem cheiro de chiclete.
Sem dúvidas, o melhor bodegón de Buenos Aires fica em Palermo, e ele se chama El Preferido de Palermo e fica na Calle Jorge Luis Borges, 2108 (cruzamento com a Calle Guatemala). Lá, comi uma das melhores massas da vida, perdendo apenas para as massas da própria Itália. Vinhos ótimos, comida boa, de final de semana durante o jantar alguns cantores animam os clientes. Ambiente familiar e o cardápio foi criado pela dona, a espanhola super simpática e fofa, chamada Carmen. Vale a pena até repetir a visita.

 

Acho que já dei motivos suficientes para atiçar sua curiosidade em conhecer este bairro tão delicioso de Buenos Aires. Se quiser mais motivos, veja com seus próprios olhos. Garanto que terá momentos inesquecíveis por lá.
Não deixe de visitar Palermo quando estiver em Buenos Aires. Você só vai se arrepender se não for.

 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*