Listas

Países menos visitados do mundo

Países menos visitados do mundo

 

Como sei que vocês adoram e pedem sempre essas listas, resolvi dar outra pausa entre todo o conteúdo de África do Sul, para contar a vocês alguns dos lugares menos visitados por turistas no mundo. Alguns deles são paraísos na Terra, mas com acesso bem limitado. Outros, estão enfrentando problemas como guerras civis, falta de segurança, etc. Para esses, o turismo realmente não é recomendado. Mas, é sempre bom saber um pouco de tudo. Aí vai a lista de alguns dos lugares menos visitados no mundo. PS: eles não estão em ordem!

– Moldávia

Esse pequeno país na Europa, é praticamente esquecido pelos turistas. No continente europeu, ele realmente é o que menos recebe turistas. Bobeira, pois o país é lindo e seguro. Vale a pena dar uma olhadinha e tentar coloca-lo em seu roteiro. O país recebe em torno de 130 mil turistas por ano.

– Kuwait

Todo mundo já ouvi falar da Guerra do Kuwait, certo? Esse pequeno país que fica entre o Iraque e o Irã hoje é um destino pacífico e (pasmem) moderno. O país recebe em torno de 203 mil turistas por ano, que vão atrás de visitar as grandes coleções de arte islâmica e também para ver as famosas Torres Kuwait.

– Guiana Francesa

É o pais menos visitado da América do Sul. Como o próprio nome já diz, ele é uma das colônias francesas espalhadas pelo mundo. Com praias lindas e belezas naturais de tirar o fôlego, é um destino que merece ser visitado, especialmente para nós que moramos no Brasil. O país recebe em torno de 200 mil turistas ao ano.

– Timor Leste

É uma ilha linda onde podemos encontrar barreiras de corais no mar e cadeias lindas de montanhas pelo interior. É um dos lugares menos visitados da Ásia, com um média de 86 mil turistas ao ano. Mas para aqueles que gostam de exclusividade e belas paisagens, vale a pena conhecer.

– San Marino

Outro país lindos e esquecido bem no meio da Itália. Lá vamos encontrar centros históricos datados do século XIII e vários monumentos tombados pela Unesco. Atualmente, o país recebeu em torno de 79 mil turistas, o que representa um aumento significativo. Vale a pena perder um dia da sua viagem pela Itália para ir até San Marino.

– Kiribati

Um dos países menos visitados no mundo é esse paraíso que corre o risco de desaparecer por conta do aumento dos oceanos. A maior altitude entre todas as ilhas, é de apenas 12 metros acima do nível do mar. Por que é tão pouco visitado? São ilhotas no meio do Oceano Pacífico, com pouca estrutura e poucos voos. Recebe em torno de 4 mil turistas ao ano. Eu conheço uma pessoa que esteve duas vezes em Kiribati, mas foi de veleiro. É um lugar que se você tiver a oportunidade, precisa conhecer.

– Dominica

É o país menos visitado da América Central (não confunda com República Dominicana), uma ilha pequena onde o único aeroporto comercial não comporta grandes aeronaves. A seleção já começa aí. A natureza dessa ilha é selvagem, abrigando várias espécies de pássaros que darão mais cor à sua viagem. O país recebe em torno de 80 mil turistas por ano.

– Djibouti

Esse pequeno país bem coladinho entre Etiópia, Somália e Eritréia, é considerado o país mais sujo do mundo. Sim, há lixo em todos os lugares. Mas é lá que fica o ponto terrestre mais baixo do continente africano, o lago Assal, que fica 157 metros abaixo do nível do mar. O país tem um litoral lindo, mas não é tão acessível. Recebe em torno de 55 mil turistas ao ano.

– Afeganistão

Você conhece alguém que já tenha ido para lá? Bom, eu não. E não é para menos. Uma vez que você visita o país, pode ter problemas para visitar outros. Isso sem contar no constante problema de segurança que você teria por lá mesmo. É um dos países que está na lista em que “não devemos nem pensar em ir”, devido aos conflitos. Mas as montanhas do país são lindas. São. Mas muitos grupos terroristas as usam para esconderijo. O país recebe em torno de 15 mil turistas ao ano.

– Ilhas Marshall

Aqui temos um problema de logística, sendo que segurança é o que não falta nessas ilhas. Lá não há crimes. E ponto. O problema, é a grana que gastamos para visitar o país. A companhia United Airlines tem monopólio sobre os voos até lá, então eles cobram o que bem entenderem. Hospedagens também não são baratas. Então, caso queira entrar na seleta lista dos aproximadamente 6 mil turista que visitam o local ao ano, prepare seu bolso.

– Somália

Não passa de 600 turistas ao ano nesse país devastado por guerras, crimes, pobreza e muita insegurança. Visitar a Somália não é recomendado. Só se você estiver em um comboio com segurança máxima e vários super heróis da Marvel e da DC com você. Caso contrário, não pense em ir até lá, nem pelo litoral, pois os piratas somalis atacam mesmo. E eles são violentos. Mas as coisas podem melhorar. A Turkish tem voos para lá duas vezes por semana. E dizem que o governo está voltando a funcionar. A gente espera, porque a Somália é um país lindo, com litoral maravilhoso.

– Mauritânia

Dizem que na Mauritânia, país ao norte da África, só existe areia e povos nômades. Não sei se seria verdade, mas o país recebe somente uma média de 30 mil turistas ao ano. A maior parte vai para visitar o litoral, onde tem um cemitério de barcos e navios bem interessante. Caso queira ir para lá, eles não aceitam cartões, portanto leve tudo em dinheiro.

– Síria

Por incrível que pareça, todo mundo pensa que a Síria é um dos países menos visitados do mundo, justamente por conta de toda a guerra e tensão que existe por lá. Mas não. O país recebeu em 2017 mais de 1,3 milhões de turistas. Sim, pessoas que desafiam recomendações e fazem turismo de guerra. O país, antes de sofrer com tudo isso, era um dos destinos mais lindos do Oriente Médio, com um litoral fantástico.

– São Tomé e Príncipe

Um pequeno país que recebe em torno de 8 mil turistas ao ano. Até 1470 era um local desabitado, mas portugueses a descobriram e virou colônia. Localizado na costa do Oceano Atlântico, é um dos países menos visitados da África. Mas com um litoral incrível. Caso goste de observar baleias e golfinhos, lá é um bom lugar.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*