América

O que fazer em Bariloche durante o Inverno

O que fazer em Bariloche durante o Inverno

 

Essa região da Argentina, na minha opinião, é uma das mais bonitas do mundo. Bariloche é realmente um paraíso na Terra e os argentinos sabem disso. Durante o verão fica tudo florido, colorido e o sol brilha até às 22h da noite. Já durante o inverno, existem nevascas e todo mundo que vai para lá nessa época, é justamente para curtir o frio e os esportes de inverno.

Hotéis incríveis, restaurantes maravilhosos, passeios cheios de natureza e paisagens de tirar o fôlego. Esse é um resumo do que você encontrará em Bariloche, seja no verão, seja no inverno. Tanto faz. O lugar é lindo 365 dias do ano (mesmo quando o céu está nublado e não para de chover ou nevar, fica tudo lindo). Mas hoje quero contar a vocês o que podemos curtir em Bariloche durante o inverno. Afinal, nossa estação do ano mais fria está chegando e muito brasileiro gosta de viajar para lá.

O inverno é a alta temporada deles, então se prepare para encontrar preços mais elevados, filas e até mesmo um certo caos, nas estradas, nas cidades e até mesmo no aeroporto. Existem voos saindo de São Paulo que vão direto para lá, mas geralmente a escala é em Buenos Aires (no Aeroparque ou no Aeroporto de Ezeiza). Outra dica bacana é para alugar um carro. As coisas não são de tão fácil acesso assim, então ter um carro te ajuda muito nessa questão. Mas saiba que em alguns momentos, terá que saber guiar em estradas com gelo (o que é muuuito difícil e necessita ainda mais atenção e em alguns momentos, até saber se deve ou não passar naquela estrada).

Onde praticar esportes de inverno?

Os Cerros estão lá para isso. Cerro Catedral é a mais conhecida e mais concorrida de todas estações de esqui. Fica a quase 20km do centro de Bariloche (como disse lá em cima, um carro facilita demais as coisas), mas também existem as famosas cabanas para serem alugadas por ali (se o seu objetivo principal é só esquiar, vale a pena). Cerro Otto é outra estação de esqui, que fica menos cheia, mas na alta temporada as filas são maiores mesmo. Se quiser praticar o esquibunda, o lugar é a estação Piedras Blancas.

O que fazer se eu não quero esquiar?

Existem passeios de barco pelo lago, mas durante o inverno é necessário se agasalhar ainda mais, pois é beeem frio. Você pode conhecer as paisagens ao longo do lago, ou ir para outros lagos, como o Moreno. Pode pegar o carro e ir até Villa La Angostura, Villa Traful ou San Martín de los Andes, que fica no Chile. Pode fazer trilhas, ou pode simplesmente não fazer nada além de comer e beber vinho. Se quiser só fazer isso, sua viagem já terá valido a pena. Vai por mim!

Onde se hospedar?

Opções de hospedagens não faltam em Bariloche. Para todos os tipos de viajantes de também para todos os bolsos. Óbvio que tenho que indicar o Spa e Resort que me hospedei chamado Llao Llao, que é o mais famoso e concorrido da região. Mas se quiser alugar um Airbnb também funciona bem. Às margens do Lago Nahuel Huapi existem diversos hotéis e pousadas com vistas incríveis para as montanhas e para o lago. Se não quiser ficar em San Carlos de Bariloche, pode ir conhecer a charmosa cidade vizinha chamada Villa La Angostura. Lá o melhor hotel é o lindo Correntoso, que fica às margens do Lago Correntoso.

Onde comer e beber?

Existem diversos restaurantes por toda a cidade e também bons restaurantes nos próprios hotéis. No hotel Lla Llao, existe um esquema de Happy Hour todos os dias no bar do lobby. Na Avenida Bustillo (que é a principal da cidade, aquela que ladeira todo o Lago Nahuel Huapi), existe uma cervejaria muito bacana chamada Blest. Eles produzem alguns tipos de cerveja lá, com água do gelo que derrete das montanhas. Vocês não imaginam como são deliciosas as cervejas. No El Boliche de Alberto se come carnes boas. Mas sua experiência da viagem será conseguir um lugar no restaurante intimista Alto El Fuego, que fica numa casinha de madeira pequena, servindo excelentes carnes.

O que levar na mala?

Muitas roupas de frio, mas prefira as roupas especiais para quem pratica esportes na neve. Elas são mais leves, protegem contra o frio e contra o vento (o bom dessas peças esportivas é que elas podem ser amassadas ou podemos colocar naqueles sacos a vácuo, sem problema algum). Mas leve algumas peças mais elegantes para os dias de jantares. Calças jeans com meias por baixo ajudam a proteger também. Todos os hotéis possuem produtos de beleza, então não se preocupe com isso. Itens de extrema importância são luvas, gorros e cachecóis. Não vá sem eles.

Basicamente, é isso. Com essas dicas e indicações, sua viagem será maravilhosa. Seja para passar o final de semana, seja para passar a semana toda. Bariloche é sim um lugar seguro, lindo e super charmoso. Com os habitantes que nos recebem de braços abertos o ano todo. Esqueça essa história de que argentino não gosta de brasileiro. Isso é mentira. Eles nos adoram, mas não é necessário falar sobre futebol (hahahaha). Aproveite a sua viagem, se possível, volte para Bariloche durante o verão e conheça uma cidade completamente diferente. Vale a pena.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*