África

Motivos para você querer fazer safáris na África

Motivos para você querer fazer safáris na África

 

Várias pessoas me mandaram mensagens e perguntas sobre essa viagem que fizemos pela África do Sul. Então me liguei que muita gente tem dúvidas sobre várias questões e também ficam pensando se vale mesmo a pena fazer essa viagem ou se é tudo especulação. Bom, então resolvi fazer esse texto para contar item por item do porquê que vale muito a pena fazer essa viagem pela África do Sul pelo menos uma vez na vida. Mas tenha certeza, uma vez estando lá, você vai querer voltar com toda certeza! A África é mágica.

– Ver os animais no meio da natureza

Por mais que os parques tenham cercas elétricas (se não houvesse isso, eles estariam todos mortos por caçadores) e que o espaço dos animais seja limitado (por maior que seja), eles estão e seu habitat natural sim, ali é vida selvagem e eles vão caçar, agir e ser animais selvagens. Não espere algo diferente disso. Ver os animais ali é fantástico, de arrepiar.

– Ter a chance de ver todos eles de pertinho

Em alguns momentos fomos premiados com as aproximações dos animais ao nosso carro. Tivemos muita sorte, pois alguns deles estiveram mesmo do lado do nosso carro. Isso foi pura sorte. Leopardos, leões, elefantes, rinocerontes… Todos esses ficaram muito perto de nós e as fotos ficaram incríveis. Sentir os animais assim, tão perto, é algo indescritível.

– Se hospedar em lodges maravilhosos no meio da savana

Sim, lodge é um tipo de hospedagem que só existe em reservas naturais. Fora disso, pode até parecer lodge, mas não é. Estar ali, no meio da reserva, cercado de animais maravilhosos passando o tempo todo, é singular. Portanto, caso decida fazer essa viagem, tem que ficar sim em lodges. Assim, sua experiência será completa.

– Se envolver com a cultura africana em sua raiz

Estando ali, fazemos parte da cultura deles. Vivemos o dia a dia deles, comemos a comida que eles preparam com tanto amor e até participamos das celebrações e cantos que eles amam nos mostrar. Um povo que tem orgulho de sua cultura e de sua raiz, e fazem de tudo para mostrar isso ao mundo e principalmente, preservar cada pedaço disso. É um verdadeiro espetáculo vivenciar na pele essas manifestações culturais africanas.

– Sentir toda a energia imponente da natureza selvagem

Sim, você vai se sentir muito pequeno quando estiver lá, porque a natureza é gigante e forte. Não somos nada perto dessa força descomunal que chamamos natureza. Uma vez ali respeitando essa força, você passa a ser uma peça nisso. Assim, você também irá sentir toda essa força e vai aprender a respeitar mais. Não tem como explicar, tem que sentir para tentar entender.

– Ter a chance de levar alguns sustos

Sim, levamos vários sustos, mas eles fazem parte do show e da brincadeira. Não corremos nenhum risco de vida, não tivemos encontros perigosos a ponto de estarmos ameaçados ou correndo o risco de sermos caçados. Na verdade, os “chega pra lá” que mais levamos, foram dos elefantes. Rolou também uma situação crítica com hienas, mas nada demais. Sabemos que muitas pessoas acabam sofrendo acidentes e morrem nesses passeios, mas raramente isso vai acontecer com toda a estrutura certa de carros e rangers.

– Comtemplar paisagens maravilhosas o tempo todo

É um lugar mais lindo que o outro. Uma paisagem mais linda que a outra. Não dá nem para tentar falar o que mais gostamos. Na verdade dá. Gostamos de absolutamente tudo. Todas as vistas foram lindas.

– Ver o nascer do sol e o pôr do sol em cima de um carro de safári

Saímos do lodge às 6h da manhã e vimos o nascer do sol todos os dias. Voltamos para o segundo safári às 15:30 e ficamos até às 19 e pouco, com isso víamos o pôr do sol lá também. Incrível. Os momentos eram extremamente mágicos.

– Provar da gastronomia local e ficar viciado nisso

Nos lodges e nos restaurantes, as mulheres que ficam na cozinha são especiais. Elas parecem mães ou avós, sempre cozinhando com perfeição os melhores pratos e com muita sabedoria. Você sentia na boca que aquela comida tinha uma história antiga por trás. E elas cozinhavam com um sorriso nos lábios, como se estivessem cozinhando para suas famílias. É emocionante sentir esse carinho em forma de comida.

– Beber sempre os melhores vinhos sul-africanos

Impossível não querer beber todo dia, em todas as refeições. Os vinhos sul-africanos são maravilhosos mesmo. Junto com a Amarula, que isso fique bem claro. Não dava para parar de beber e provar um de cara vinícola, ou de cada região, de uvas diferentes. Delícia suprema.

– Ver a Via Láctea todo santo dia

Com o céu sem nuvens (pois nessa época quase não chove, ou nunca chove que até os rios secam), podíamos ver a Via Láctea todos os dias. O bom é estar nos lugares mais escuros dentro do lodge para poder ver melhor todas as estrelas. Daqueles céus incríveis que só vemos em lugares especiais.

– Dormir escutando os animais cantarem pela savana

Todos os dias você vai escutar os pássaros noturnos cantando, todos os dias escutamos hienas cantando praticamente do lado do nosso quarto e até dá para escutar as caçadas. Eu não escutei, mas o Alê ouviu um dia um impala sendo pego por um grupo de hienas e ele falou que o som foi desesperador.

– Ter a chance de ver uma caçada de perto

Com uma sorte absurda, podemos ver uma caçada de perto. Ou o final dela. Mas confesso que vimos um leopardo focado, olhando sua caça e usando nosso carro para se esconder do bicho. Foi muito bacana ver isso de perto, do nosso lado. Eles mudam completamente o padrão de comportamento, os movimentos, os olhares. Dá para saber quando o animal está caçando, irritado ou focado. É leitura e é fácil. Agora consigo entender a tranquilidade dos rangers, porque a gente consegue ler o que o animal está querendo.

– Se emocionar de verdade ao ver do seu lado um animal que corre sério risco de extinção

Sim, eu chorei muito todas as vezes que nos deparamos com os rinocerontes. Por várias vezes, conseguimos nos aproximar demais deles e ficar no meio do bando, enquanto eles comiam tranquilamente. Vontade de abraçar e cuidar de todos eles. Aqueles gigantes maravilhosos que tanta gente quer caçar para retirar os chifres. Ver de perto os rinocerontes estava na minha lista. Sonho realizado.

– Ter um ranger maravilhoso que sabe tudo sobre tudo ali na savana

Tem um ranger com você que saiba o que está fazendo, saiba ler as pegadas dos animais e saiba entender o que fazer em todas as situações, é algo que deixa sua viagem e passeios completos. Sem isso, a gente não entenderia nem metade das coisas que acontecem todos os dias na savana. Além de transmitir segurança, eles são ótimos nas explicações de tudo. Árvores, animais, pássaros e até das pedras. Fantástico!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*