Rocktrip

Led Zeppelin e Londres. Muitos anos de história e rock!

Nada mais justo que a primeira banda a ser dissecada aqui, nessa parte do meu site, seja minha banda favorita! Estou falando da melhor banda de todos os tempos, de todos os tipos de banda e todas bandas que existem no universo todo! Nossa, falei igual a Dilma agora (hahahahaha)!

Enfim, Led Zeppelin é, na minha humilde opinião, a melhor banda de todas. A minha favorita, a minha música favorita de todas as músicas do mundo é deles (All my love). O Led tem uma história bacana de ser contada.
Primeiro, que foi criada numa das cidades mais rock ‘n roll do mundo todo: Londres!
Eles já foram considerados como heavy metal, rock psicodélico, hard rock, blues rock, folk rock, etc. Muita gente os considera uma mistura de tudo isso, mas o som que sentimos na pele (não sei vocês, mas eu sinto), o som que prevalece é o rock psicodélico com muito progressivo. Claro, que para a época que surgiu, eles eram extremamente inovadores.
 A dupla Robert Plant e Jimmy Page, beira a perfeição. Amo a voz do Robert que é forte, mas ao mesmo tempo nos remete tranquilidade e intensidade. A guitarra de Jimmy, em alguns momentos, tem um efeito de liberar endorfina no nosso corpo, não é?! Quem não ama escutar as músicas e perceber o quão transgressores eles foram, assim como muitos outros artistas da época.

 

Eles surgiram em 1968, na união de Robert Plant no vocal, Jimmy Page na guitarra, John Paul Jones no baixo e teclado e o John Bonham na bateria. Todos muito bons naquilo que se comprometeram a fazer. Mas, onde a banda começou? Será que ainda existem lugares onde o Led Zeppelin se apresentou?
 Bom, em minhas pesquisas, encontrei um bar chamado Roundhouse, em Londres, onde o Led tocou logo no começo da sua carreira. Não só eles tocaram lá, mas a lista inclui Jimi Hendrix e Pink Floyd. Até hoje o bar funciona e recebe bandas, shows de teatro e até circo. O bar fica na Chalk Farm Road, em Londres.
Uma curiosidade sobre a música Kashmir, uma das melhores da banda. Quem já escutou, sabe que se fecharmos os olhos, somos levados instantaneamente para a Ásia, ali naquele miolo de Himalaia, Índia, China e Paquistão. Mas a música foi criada, inspirada numa viagem que a banda fez entre as cidades de Goulimine e Tantan, no sudoeste do Marrocos. Eles disseram que a estrada não tinha fim, portanto se inspiraram nisso para fazer essa canção longa, forte e longa.
O clássico “Stairway to Heaven” foi escrito em 1970, numa residência chamada Bron-Yr-Aur, em Gwynedd, no País de Gales, quando Jimmy e Robert estavam lá após a quinta turnê norte-americana da banda. Outras curiosidades bobinhas sobre as músicas é que quando pronunciamos “D’yer Maker”, parece como os americanos pronunciam “Jamaica” em inglês. E “Black Dog” é por causa de um cachorro preto que ficava entrando toda hora no estúdio durante as gravações do álbum IV.
Todos os integrantes da banda nasceram no Reino Unido, mas em cidades diferentes. Robert, em West Bromwich. Jimmy, em Heston. John Paul, em Sidcup. John Bonham, em Redditch. Infelizmente, a maior parte dos lugares da década de 60 e 70, já não existem mais. Mas Londres é recheada de bons bares e pubs onde podemos escutar boas bandas de rock tocando na noite.
Um bar bacana de blues e rock, é o The Blues Kitchen, que fica em Camden Town. Os shows acontecem nos finais de semana e vai depender muito do seu gosto e da sua sorte para encontrar uma banda boa para seus ouvidos. É possível comer e beber muito lá também. É um pub, você está em Londres, aproveite. O The Blues Kitchen fica na Camden High St, e a estação de metrô mais próxima é a Camden Town.
Outro pub bacana para quem gosta de rock, é o World’s End. O rock que toca é pesado, a parede é cheia de caveiras. Cheio de detalhes comédias, como uma jarra onde temos que colocar gorjeta para os garçons ficarem bêbados e pelados depois que o turno acabar. Outro pub que fica em Camden Town, pertinho da estação. Outro detalhe interessante do pub, é que ele tem nas paredes, registros de uma taberna do século 17. Vale a pena a visita, o pub é gigantesco, cheio de ambientes.
 Enfim… Londres é Londres. Led Zeppelin é Led Zeppelin.
Logo mando mais coisas para vocês.

One response to “Led Zeppelin e Londres. Muitos anos de história e rock!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*