Restaurantes

Jantar do Ateliê no Escuro, no Terraço Itália

Jantar do Ateliê no Escuro, no Terraço Itália

 

Antes de começar a falar e falar sobre o restaurante Terraço Itália, quero falar sobre a experiência que o Ateliê no Escuro proporciona aos participantes de seus eventos. Uma ideia inusitada que mexe com todos os nossos sentidos, literalmente. O que você acha de jantar com os olhos vendados? Pois bem, essa é a proposta deles. Um jantar em que nossa visão não interfira em nada, mas que todos os outros sentidos estejam mais aguçados.

Cheguei ao restaurante e a primeira coisa que fiz foi pegar uma taça de prosecco para ficar admirando a vista excepcional que eles possuem lá de cima. Não é à toa que o Terraço Itália tem a fama que tem. O lugar é realmente lindo e vale todo o esforço (de grana e também para chegar) que fazemos para estar lá. Fica até difícil explicar a sensação, pois é como se estivéssemos em um daqueles lugares históricos. Não que o restaurante seja velho, nada disso. Mas ele é um gigante no quesito gastronomia paulista. Um clássico que todo turista tem vontade de conhecer. Na verdade, não só os turistas.

Depois de conversar com algumas pessoas e entender o que iria acontecer, o pessoal do Ateliê no Escuro explicou ainda mais como seria o jantar. Iríamos ficar vendados desde fora, mesmo antes de entrar no salão onde seria o jantar. Portanto não iríamos ter memória visual do ambiente para tentarmos nos orientar. Confesso que é uma sensação de falta de controle que não é muito agradável. Não sei vocês, mas eu gosto de ter controle de tudo que está acontecendo a minha volta. Naquele momento, tinha que confiar em pessoas que nunca havia visto na vida. Foi difícil, mas acredito que em poucos minutos, já estava tudo tão divertido que relaxei.

Ao chegar à mesa, eles explicaram onde estaria tudo. Taças, guardanapos e nada de talheres. Teríamos que comer como os indianos… Com as mãos. Ainda bem que ninguém estava vendo, pois eu já imaginava a bagunça e sujeira que iria fazer (hahahaha nada desastrada). Foram servidos 3 pratos. Entrada, principal e sobremesa. Tudo bem propício e fácil para comer com as mãos mesmo. E o melhor de tudo, estava deliciosa demais a comida. E sua taça não fica vazia. Eles serviram vinho branco, vinho tinto e água.

Depois de tudo isso, pudemos ver onde estávamos, com quem estávamos e saber tudo o que aconteceu enquanto o escuro predominava em nossa visão. Foi uma experiência única, pois jamais havia perdido o controle da visão assim. Um tremendo trabalho social para que o pessoal do Ateliê faz, para nos conscientizar sobre as dificuldades que a população cega sofre em nossa sociedade e na vida.

Quer ter essa experiência também? Acesse o site do Ateliê (www.atelienoescuro.com.br) e saiba mais sobre o projeto e sua agenda. E se quiser visitar um dos restaurantes mais renomados e famosos do país, o Terraço Itália está de braços abertos para receber vocês.

Terraço Itália

Avenida Ipiranga, 344. República. São Paulo.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*