Bares

Guest Drinks no Trabuca com a Diageo

Existem algumas empresas que a gente pode sempre ficar tranquilo quanto a qualidade das coisas que eles oferecem. A Diageo é uma delas. Sempre que eles me dizem que vão fazer algum encontro, fico esperando por drinks maravilhosos e bem executados. Não dá outra, nunca me decepciono.

Sabe por quê? Eles prezam demais pela qualidade de tudo, desde as escolhas das bebidas que eles optam por representar, até os bartenders que irão trabalhar com essas bebidas. Também pudera! Uma das maiores competições de drinks e bartender do mundo é o World Class. Adivinha quem representa essa competição? Sim, a Diageo! Então, é bem justificável o fato de eu criar expectativas.

Dessa vez fomos conhecer uma das casas Diageo aqui em São Paulo, um lugar que estã bombando, super na moda, concorrido e abarrotado de gente bonita. Estou falando do Trabuca. Rola música ambiente, mas geralmente quando vira baladinha, tem DJ nas pick ups. O bar fica bem iluminado e com todas as garrafas amostra.

Estava rolando um evento especial onde eles convidaram uma Bartender para criar um drink especialmente para aquele dia, a Stephanie Marinkovic. Todos os drinks tinham que levar na composição o Gold Label, um dos whiskys da linha da Johnny Walker. O drink que ela criou foi nomeado como “Gold Devocion”, que levava o Gold Label, um caramelo de pêssego que ela mesma fez (ela nos deu um pouco para provar e estava fantástico), limão siciliano, tintura de canela e clara de ovo. Estava muito aromático e saboroso o drink dela, dava para sentir bastante a canela, mas na boca todos os sabores saltavam. Muito bom.

O Bartender da casa, Leonardo Massoni, criou dois drinks. Ele, além de simpático, é super criativo. Adorei os drinks dele também. O primeiro que eu provei, foi uma releitura do clássico Manhattan, que se chamou “O Velho João” (alusão ao Johnny? hahaha), que levava o Gold Label, vermute tinto, chartreause verde (calma, também perguntei o que era e é um tipo de licor, não um alienígena), St. Germain e foi aromatizado com laranja bahia. É aquele drink forte, feito para as mocinhas duras na queda (o/ tamo junto, meninas). Gostei bastante, lembra o Manhattan, mas tem sua própria personalidade. Adorei!

O outro drink que ele criou, tinha a apresentação parecida com o drink da Stephanie, mas era bem diferente. Se chamava “Dusk Gold Fizz”, bem leve e refrescante, levava Gold Label, limão siciliano, chá de jasmin, clara de ovo e água gaseificada. Esse era puro jasmin, tanto no nariz quanto na boca. Uma delícia!

Claro que rolaram petiscos também e estava ótimos. Bolinhos, dadinhos de tapioca e um tartar enorme, com salada e molhinhos. Estava tudo uma delícia! O pessoal do Trabuca trabalha super bem.

Gostei muito dos 3 drinks que eu provei. Aliás, tenho que confessar que estou amando essa cultura de drinks. Sim, falo de novo porque eu estou mesmo. É demais poder sair por aí, achar um bar onde temos a certeza de que vamos beber drinks bem elaborados, com estudo e dedicação de quem os criou. Dá até um certo orgulho alheio, sabe?! Fico maravilhada com toda essa alquimia que eles fazem para criar drinks perfeitos.

Os petiscos também estavam ótimos. Na verdade, eu gostei muito do bar. Tem toda aquela cara de moderninho, com letreiros luminosos espalhados pelas paredes. Achei super bacana e diferente. Dá vontade de ficar lá no balcão (eeeeu e os balcões, sempre acabo no balcão, sempre, sempre, sempre) a noite toda, esperando o príncipe encantado ou aquele sapo bem gato para a gente tentar jogar um feitiço e ele virar príncipe (hahahaha)!

Anotem aí na agenda de vocês! O Trabuca é um lugar de São Paulo que você precisa conhecer. Mas cheguem cedo. Durante a semana, por volta das 18h e de final de semana, procurem chegar por volta das 16h. E aproveitem!

Se for beber, não dirija. Se for beber, me chama que eu adoro (hahahaha). São Paulo é uma cidade muito rica em locais para conhecermos, estou trabalhando arduamente para trazer todas as novidades e informações sobre o máximo que puder. Fiquem sempre ligados aqui e no instagram @viagensdatalita porque estou esperando todos vocês por lá.

Trabuca
Avenida Presidente Juscelino Kubtschek, 1444. Itaim Bibi. São Paulo

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*