Bares

Eugênia Café Bar, em São Paulo

Eugênia Café Bar, em São Paulo

 

Existe uma onda muito forte (e eu acredito que não seja atemporal) que vem crescendo cada vez mais, que tem a ver com as mulheres. Estamos conseguindo conquistar cada vez mais nosso espaço e nos posicionar de forma concreta na sociedade que vem desde sempre com conceitos machistas. Nós mulheres formamos uma corrente onde uma protege a outra. Pensando nisso, nada mais justo do que termos um lugar especial, para aqueles dias que a gente não quer se preocupar em escapar de cantadas. Um lugar onde a mulher pode se sentir protegida, sabendo que ali tem outras mulheres que irão protegê-la caso algo aconteça.

Indo por essa ideia, conheci um bar especial, ali em Pinheiros, São Paulo. Se chama Eugênia Café Bar. A entrada de homens não é proibida, mas lá dentro, você vai ter que respeitar as mulheres. Só trabalham mulheres, os drinks são inspirados em mulheres, a trilha sonora, os livros, a decoração, as pinturas na parede… Tudo. Absolutamente tudo é relacionado às mulheres e ao poder feminino. O que me impressionou, foi a forma como tudo foi elaborado de forma perfeita para deixar a gente confortável e com a sensação de segurança mesmo. Detalhe, o bar tem quase dois meses de vida, apenas.

Lá o cardápio de comes é bem enxuto, pois o forte deles é realmente a coquetelaria. A bartender Flávia Suppi, que já trabalhou em bares como o Riviera Bar (que é um bar do chef Alex Atala), prepara drinks autorais e todos com muita personalidade e um mix de sabores e bebidas incrível. Óbvio que provamos vários drinks na casa e já posso te adiantar o drink que mais gostei. Se chama Clitorea (que é uma flor comestível roxinha que vai junto no drink) e ele é feito com Gin Gordon’s infusionado na flor de Clitorea, licor de Saint Germain e limão siciliano. Nem preciso falar que esse drink estava delicioso.

Mas existem outros drinks ótimos na carta do Eugênia café Bar, mas não provamos todos (se não o que seria de nós, não é mesmo). Bebemos também outros dois drinks, todos com nomes femininos. O drink Kátia leva cachaça (Quintas das Castanheiras Prata Jequitibá), xarope simples, clara de ovo, cítricos e alecrim. É uma explosão de sabores e de aromas, pois todos os drinks são super aromáticos também. E claro, não poderia deixar de provar o clássico que leva o nome do bar. Eugênia. Que leva Amazzoni Gin (um gin brasileiro que eu adoroooo), oragne bitter artesanal Eugênia, angostura e gotas de grenadine. Uma delícia. Drinks perfeitos que são perfeitos para uma noite perfeita com as amigas perfeitas (hahahaha). Sério, todos os drinks estavam demais.

Além dos autorais, eles também trabalham com os clássicos. Você pode pedir um Dry Martini ou um Negroni, que as meninas do bar com certeza farão um drink excelente para você. E tudo isso, ao som de Amy Winehouse, Janis Joplin (minha musa eterna maravilhosa), Joan Jett, Aretha Franklin, Nina Simone… Todas elas estavam lá cantando para a gente e isso foi sensacional! Fiquei apaixonada pela trilha sonora do Eugênia Café bar.

De comes, como disse acima, as opções são mais enxutas. Eles não trabalham com pratos, apenas porções rápidas para compartilhar ou lanches. Começamos a petiscar os pães de tapioca que acompanha uma tapenade de azeitonas. Não sei se vocês conhecem, mas essa tapenade de azeitona é algo muito italiano, que eu comia muito nos meus dias na Itália. É algo que não tem como ficar ruim, ele já nasce maravilhoso. Combinadinho com os pães quentinhos de tapioca, estava demais.

Também pedimos os quadradinhos de polenta. Que são servidos tostadinhos com uma pasta de gorgonzola e nozes crocantes. Uma delícia. Eles possuem também tartines (de caprese e de brie com geleia de tomate verde), quiches (de alho poró ou cogumelos), cremes para os dias mais frios, sanduíches (que são as opções que mais mataria a sua fome, caso queira comer algo mais robusto e não só petiscar) e também três opções de sobremesa. Pudim de tapioca, brownie com sorvete e a banofee pie (que é uma torta de banana). Tudo muito bem feito pelas meninas da cozinha.

Bom, resumindo. Eu adorei o conceito do Eugênia Café Bar. A atmosfera tranquila que as meninas conseguem passar é muito boa. Essa sensação de segurança, para algumas mulheres que gostam de beber (com amigas ou até mesmo sozinhas), não tem preço. E lá você ficar tranquila. Adorei o clima Girl Power, adorei as comidinhas e adorei ainda mais os drinks. Realmente é um bar feminino de drinks.

Ah! Muito importante dizer que os homens são bem vindos sim. Fui com o Alê e não tivemos problema nenhum. Então pode ir sim seu crush, namorado, marido, ou que o for. Incrível essa ideia de um bar tão feminino. Impossível não se encantar e querer voltar mais vezes (hehehehe). Eu recomendo muuuuuito o Eugênia Café Bar. Meu único conselho é para você ir de Uber, pois vai ser impossível não beber um drink que seja. Eu não vejo a hora de voltar.

Eugênia Café Bar

Rua Cônego Eugênio Leite, 953. Pinheiros. São Paulo.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*