Dicas

Dicas úteis para a sua viagem!

Dicas úteis para a sua viagem!

 

Que eu gosto de viajar, não é segredo para ninguém. Além de gostar da viagem em si, gosto de todo o processo até chegar o dia tão esperado. Muitos amigos me perguntam diversas coisas sobre o assunto e para chegar às respostas, pesquiso muito para não falar bobagens.

Quando parei para analisar a quantidade de informações que eu já tinha acumulado, vi que tudo era o suficiente para ajudar as pessoas em suas dúvidas mais frequentes. São essas informações básicas que quero compartilhar com vocês hoje, para que a experiência de sua viagem seja mesmo inesquecível.

– Passaporte: para sair do Brasil você precisa desse documento. Alguns países da América do Sul, como Argentina, Paraguai e Uruguai, é possível entrar com apenas o documento de identidade, mas é sempre bom ter um passaporte em mãos. Ele é feito pela Polícia Federal e é necessário fazer o agendamento pela internet, no site oficial deles (www.dpf.gov.br). É sempre bom fazer a renovação do documento antes que fique a 6 meses de validade, pois muitos países não permitem a entrada do estrangeiro com um passaporte perto da data de validade.

– Vistos: muitos países não pedem vistos para brasileiros, mas para entrar na maioria é necessário sim. O visto nada mais é que uma permissão de entrada ao país. Em muitos países ele é emitido no aeroporto, no momento da entrada do viajante. Em outros casos, é necessária uma visita ao consulado para obtê-lo. Se você ainda tiver dúvidas, procure informações sobre o país que vai viajar, antes de sair de casa com a mala nas costas, apenas para evitar aborrecimentos.

– Mala: esse é um assunto bem delicado. Para as mulheres é um terror. Para os homens, é algo simples. O que posso dizer, que serve para ambos tipos de seres humanos, é que tudo que você colocar na mala, vai fazer peso e você terá que carregar tudo (a menos que esteja viajando com um mordomo que irá carregar tudo).

Fique sempre atento ao peso máximo permitido pelas companhias aéreas. Hoje em dia a franquia para malas depende do valor que compra a passagem e para onde vai. Viagens internacionais podemos levar uma ou duas de 23kg. Para as nacionais, precisamos pagar a bagagem despachada, algo que varia de 80 a 100 reais, dependendo do peso da sua mala.

Outro conselho que vale para homens e mulheres é sempre fazer uma mala dinâmica, onde todas as peças podem combinar entre si, e isso vale para sapatos também. Se informe com relação a previsão da meteorologia, para saber se leva roupas de frio ou calor. Mas acredito que é sempre bom levar uma blusa, mesmo que esteja viajando para o Nordeste, e uma peça de calor, mesmo que esteja viajando para a Patagônia. Nunca se sabe. Uma dica que sempre falo aos meus amigos, é importante para a segurança da sua mala e se chama cadeado. Sempre coloque um cadeado para fechar sua mala, por mais que alguns aeroportos arrombem para fazer inspeção nas malas, tranque-a. Segurança nunca é demais.

– Explorando o local: eu já disse isso em muitos textos e vou dizer novamente. Caminhe! A melhor forma de conhecer um local novo é caminhando. Coloque um tênis confortável no pé e vá caminhar pelas ruas, se perder e se achar em algum lugar inesperado. Garanto que vale a pena se perder um pouco, mesmo que esteja em Roma, onde todas as ruas parecem as mesmas. As surpresas que encontrará pelo caminho podem valer a viagem toda.

Sempre tenha um mapa, ou algum aplicativo no celular para saber onde está, perto de onde e qual o melhor modo de pegar um transporte a partir daquele ponto. Mapas de papel funcionam bem e são divertidos. Eu pelo menos acho muito bacana ficar procurando os lugares nesses mapas coloridos. Geralmente, existem mapas nos hotéis que ficamos hospedados e eles são gratuitos. Mas caso você não encontre nenhum, vale a pena comprar, pois é barato e ajuda muito.

– Cuidados com alimentação: é sempre bom evitar comer comidas de rua. Eu evito isso até em minha cidade, imagina em algum lugar que não conheço?! Principalmente se estiver viajando para a Índia ou China. Eles possuem costumes diferentes e pouca higiene. Quando falam que os brasileiros são vistos como pessoas que exageram na higiene, não é mentira. Nós realmente somos mais asseados que muitos lugares do mundo. Nossa imunidade à alguns tipos de alimentos, realmente é baixa.

Portanto, todo cuidado é pouco quando for comer em algum restaurante e, novamente, alimentos vendidos na rua. Ninguém quer estragar a viagem passando mal por algo que comeu e não lhe fez bem. Acredito que devemos sim provar os pratos locais e tudo mais, mas sempre tomando cuidado.

– Segurança: sempre que saímos de férias, queremos relaxar, descansar e tudo mais. O problema, é que ao relaxar, também baixamos nosso nível de atenção e isso é bem perigoso quando estamos em outro país. O bom de morar em São Paulo nesse quesito, é que estamos bem acostumados com a violência e sabemos (ou não) como lidar com isso. Por exemplo na Europa, dificilmente você será abordado por um ladrão com uma arma em punho.

Mas é preciso tomar cuidado em locais de grande aglomeração turística, pois os ladrões passam e usam a técnica da “mão leve”, os famosos “pick pocket”. Mas claro que existem lugares extremamente perigosos, até mais que o Brasil, como alguns países na África. Aliás, evite viajar sozinho para esse continente, pois infelizmente, o número de sequestros de turistas é alto.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*