Europa

Château Royal de Amboise no Vale do Loire, na França

Château Royal de Amboise no Vale do Loire, na França

 

Finalmente, chegou a hora de falar sobre esse castelo. Ele não foi o castelo que achei mais bonito e também não tem aqueles jardins maravilhosos como os do Château de Villandry que escrevi outro dia aqui. Mas esse castelo tem muuuuita história e quero contar a vocês. Aliás, aposto que tudo que vou escrever aqui vai surpreender a todos. Existem coisas por lá que nem eu imaginava. O Château de Amboise é um lugar que precisa ser visitado por todos que amam história e arte (\o/ tamojuntomeupovo).

A localização desse château sempre despertou o interesse dos poderosos, pois fica bem às margens do Rio Loire, um grande rio. Isso vem desde a época dos celtas e dos romanos, continuando até hoje. Em 1434 Carlos VII o confiscou como bem da coroa, após seu proprietário, Louis d’Amboise, ter sido acusado de conspirar contra o rei Luís XI que foi executado em 1431. Bom lembrar que nessa época era sempre a vontade do rei que prevalecia, mesmo você sendo inocente.

O rei Carlos VIII da França nasceu e morreu nesse castelo, sendo que durante sua vida, ele fez diversas alterações na arquitetura do castelo. Na verdade, as reconstruções que ele fez tinham vários estilos juntos, como gótico e renascentista. Ele fez torres com rampas cobertas, a Capela de Saint Hubert (vou falar mais dela já já), o parque que fica no terraço (jardim) do castelo e várias alas onde haviam alojamentos dos nobres (reis e rainhas).

A Itália está muito presente nesse castelo. Foi lá que um jardim com inspirações italianas foi visto pela primeira vez na França, por conta de um padre italiano que inventou de fazer esse jardim lá. O famoso rei Francisco I foi coroado rei nesse castelo. Mas o que Francisco I fez que ficou marcado para sempre, foi ter convido o gênio e artista Leonardo da Vinci para ficar no castelo, chegando em dezembro de 1515. E agora, eu quero falar dele para vocês.

Leonardo da Vinci, um dos maiores gênios que passaram pela Terra está sepultado dentro da capela de Saint Hubert, dentro do castelo de Amboise. Como podem ver aí na foto, é algo bem simples perto da magnitude e da importância que Leonardo tem na história. O Ale (por ser engenheiro e admirador da obra que o Leonardo deixou), não se conformou com a simplicidade. Até ficamos comentando que se fosse na Itália, haveria um mausoléu enorme em homenagem a ele. Alias, os italianos devem gostar bastante (só que não) do fato do corpo do Leonardo estar em Amboise e sua maior obra, a Monalisa, estar no Louvre. Só isso…

O fato é que Leonardo gostava muito da França e era amigo do rei, portanto recebeu o direito de permanecer lá em Amboise nos últimos anos de sua vida e também depois de falecer. Era um desejo dele que está sendo respeitado até hoje. Ele vivia em um lugar chamado Clos Lucé, que tinha ligação ao castelo por uma passagem subterrânea. Era uma casa enorme bem ao estilo da época, onde ele vivia e ainda criava algumas coisas.

Bom, só por esses fatos que mencionei aí em cima, já basta para vocês quererem conhecer o castelo, não é?! Mas além de todas as histórias que existem por lá (se eu for ficar contando tudo, fico escrevendo até a semana que vem), esse castelo é lindo, enorme e super com cara de castelo de verdade. Tipo aqueles que vemos sempre nos filmes de época. E tenha certeza de que ele esteve presente em muuuitas histórias importantes do mundo.

Além de tudo, o lugar é lindo. Hoje em dia o Conde de Paris, descendente do rei Luís Felipe, conserva o castelo. Os jardins não possuem muitas flores a as partes de grama são bem grandes. Com poucas árvores concentradas em algumas partes, ele permite que as pessoas tenham uma visão bem ampla da cidade. Ver tudo lá de cima é algo maravilhoso. Jamais vou me esquecer das sensações fortes que tive ao ver tudo aquilo, todo aquele cenário. O rio, as casas, o próprio castelo… Parece que eu estava sendo transportada para outras épocas. Incrível como esses castelos mexem com a gente.

Consegui te convencer a ir conhecer essa região maravilhosa da França? Se ainda não, tenho mais alguns castelos para mostrar a vocês. Em breve conto mais, fiquem de olho aqui no blog e também lá no Instagram (para quem ainda não me segue, o meu perfil é o @viagensdatalita), pois sempre coloco fotos lindas lá. Que saudade do Vale do Loire! <3

Château de Amboise

Montée de l’Emir Abd el Kader. Amboise. França.

O castelo fica aberto todos os dias, das 9h às 12:30 e das 14h às 16:45.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*