Dicas de Gastronomia

Burger Fest Academy

Aprendi a fazer hambúrguer no Open Kitchen

Parece até piada pronta, mas é verdade. Eu realmente aprendi como fazer burgers em uma aula que assisti lá no Open Kitchen, em um evento que teve por conta do nosso querido Burger Fest. Volto a dizer, já estou morrendo de saudade e com abstinência de burger. Queeero comer até os rebocos da parede se tiver ketchup!

Essa aula foi super divertida. Eu adorei ter participado. Tinha muita gente especilista em burgers, então a responsabilidade era maior pro meu lado, novata nesse mundo de burgers. A aula foi com o Kiko, chef lá do The Burger Map. Uma aula simples, explicativa e bem esclarecedora. Ele nos ensinou a fazer o burger que ele chama de “The Fried Onion Burger”. Que nada mais é do que carne, cebola, pão e queijo. Nada mais. Mas só de lembrar, me dá água na boca.

Ele nos deu a receita e muitas outras dicas. Primeiro a proporção de carne x gordura no preparo do blend da carne, tem que ser 80% de carne e 20% de gordura. É importante manter essa proporção porque se tiver muita gordura, o burger ficará molenga e vai reduzir de tamanho quando estiver na chapa. Mais carne, não ficará tão macio e o gosto será bem diferente, ele fica mais seco.

Ele (e muitos outros chefs) gosta de usar o corte do acem. É uma carne mole, saborosa e fica fácil de dividir a proporção certa com a gordura. É bacana pedir para moer duas vezes a carne (fazendo assim, as fibras se quebram mais e a carne fica mais macia).

Para temperar a carne, apenas sal, e lá na chapa. Você forma bolas de carne do tamanho que quiser, solta devagar na chapa untada com óleo neutro (mas eu usei manteiga e ficou bom, recomendo) e apertar com a espátula apenas uma vez. Não é legal ficar apertando a carne na chapa para não perdermos a umidade e o suco da carne. Também não se fura o burger, depois que se forma aquela crosta depois de já estar um tempo no fogo.

Depois de apertar, pegamos fatias ultra finas de cebola (melhor usar uma mandolina ajustada na espessura mais fina, porque com a faca vai ser difícil fazer fatias tão translúcidas) e colocamos em cima do burger. Depois de algo como 5 minutos, ou até que se forme uma umidade em volta do disco, viramos o burger, colocamos sal de novo e o queijo, na quantidade que quisermos. Bacana colocar o pão junto na chapa depois que se vira o burger, para ele esquentar e pegar o gostinho da chapa.

Aí é esperar o ponto que quisermos, colocar no pão e já era. Simples assim. Não tem muito segredo, mas essas regras são importantes se serem seguidas (principalmente a proporção carne x gordura).
O meu burger ficou muito bom, no ponto que eu gosto e bem úmido. Adorei aprender essas dicas.

Ahh! Sabe o que tinha lá para a gente ir bebendo enquanto aprendia a fazer o burger? Um montão de Budweiser para a gente beber, beeeem geladinha. Uma delícia!

Fiquem ligados porque em breve o Burger Fest volta e toda essa comilança volta também! Mal posso esperar.

www.burgerfest.com.br

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*