Dicas de Gastronomia

Beg Gin e a #begexperience

Beg Gin e a #begexperience

 

Outro dia participei de um evento MUITO legal lá em Campinas. Foi a Beg Experience, que o pessoal do Beg Gin organizou e está fazendo agora aberto ao público. Quem acompanhou nos Stories do Instagram e viu as fotos que postei (para quem ainda não me segue, é muito importante para mim ter você lá no @viagensdatalita), ficou maluquinho querendo saber como funciona. Por isso, estou escrevendo esse texto, para contar todos os detalhes dessa experiência incrível que tive lá com eles.

Antes de falar da #begexperience, quero contar um pouco sobre como tudo começou. Os três amigos que criaram a Beg Gin, já se aventuravam em destilaria desde 2012, com um pequeno alambique de cobre que eles compraram apenas para curtir a alquimia do negócio. Mas, em 2015, eles decidiram se aventurar na parte profissional e montaram uma destilaria onde os principais objetivos seriam, produzir um gin de qualidade, poucas unidades e com um processo super artesanal.

Funcionou. Eles estão aí produzindo um gin maravilhoso que não perde em nada para os mais famosos e renomados. O blend de botânicos que eles fazem para produzir o gin é uma maravilha. A base sempre será o zimbro, o coentro e a raiz de angélica. Um gin produzido para os paladares mais refinados. Seu teor alcoólico é de 44% mas na boca ele desce macio. Uma delícia!

Feitas as apresentações, agora quero contar sobre a experiência que eles estão nos proporcionando. Antes de mais nada, se você, assim como eu, é um admirador e amante de bons drinks e boas bebidas, especialmente do Gin, já deve ter imaginado que seria demais produzir uma bebida do jeito que você sempre quis, com os elementos que você mais gosta. Não é verdade? Então, é isso que o pessoal do Beg Gin está fazendo. Eles nos auxiliam a produzir um gin do jeito que nós quisermos. Olha que fantástico!

O #begexperience nada mais é do que isso. Nós mesmos produzimos o nosso gin, com os botânicos que quisermos, com o teor alcoólico que quisermos e com as harmonizações que quisermos. O céu é o limite! Pode ser mais cítrico, mais floral, mais encorpado, etc. Não importa. Se você tem um sonho de produzir um gin com suas características, você vai produzir do jeitinho que quiser. E a lista de botânicos para escolhermos é enorme.

O QG do pessoal do Beg Gin fica em Campinas, em um charmoso distrito chamado Joaquim Egídio, afastado do centro, na Fazenda São José. Lá fica a destilaria boutique do Beg Gin. Lá eles captam água de poço artesiano, frutas frescas e outras ervas frescas também, como o capim santo. E o lugar é uma tranquilidade, que dá vontade de passar o dia todo bebendo gin e curtindo o canto dos pássaros. A experiência já vale a pena por isso.

Uma breve explicação sobre o processo de destilação. Eles criaram esse esquema de destilação após muito estudo e tentativas, para atingir um patamar mais elevado que os outros gins que eles estavam usando como referência. A destilação é lenta, por conta do processo de 6 horas de aquecimento no estilo “banho maria”, o que proporciona maiores detalhes na produção, principalmente na parte sensorial do negócio.

Na destilação, existem 3 partes que são separadas cuidadosamente por eles. A Cabeça, o coração e o rabo. Tudo isso é separado manualmente na hora em que o gin começa a cair nos potes com marcadores de medidas. Durante a destilação, as frações referentes à cabeça e ao rabo, são separadas cuidadosamente e retiradas. Isso descaracteriza a pungência (que significa que o gin ficaria mais agudo, penetrante) e agressividade do gin. Com isso, o gin fica mais leve e aveludado. Muito mais fácil para beber.

Após a gente aprender tudo isso, iniciamos o processo de escolha dos botânicos. Como mencionei lá em cima, a base sempre será o zimbro, o coentro e a raiz de angélica. Eu decidi que queria o meu gin mais floral, mas com leves toques cítricos e apimentados. Os botânicos que escolhi foram lavanda, jasmim, pimenta rosa e limão siciliano. Ao todo, meu gin tinha 7 botânicos em sua mistura. Como eu sou a louca do limão siciliano, confesso que coloquei um pouco mais do que deveria, mas mesmo assim, ele ficou ótimo.

Escolhemos, medimos tudo em uma balança, colocamos tudo no alambique e esperamos todo o processo. Enquanto esperávamos, tinha petiscos e um barman exclusivo para fazer os drinks que nós queríamos. O copo não fica vazio nunca! E eles são de uma criatividade absurda para fazer um drink mais lindo que o outro, mais saboroso que o outro. Amei tudo.

Depois de todo o processo, eles separam as partes entre rabo, cabeça e coração e depois levamos nossa garrafa para a parte onde colocamos o resto dos elementos que faltavam e medimos o teor alcoólico. O meu ficou mais fraco que o normal deles, batendo 40% de teor (o que já é suficiente para deixar qualquer pessoa sorrindo à toa e por nada hahaha). Mas ficou perfeito. Consegui sentir todos os aromar e todos os sabores na boca. Foi demais. Meu gin ficou exatamente do jeito que eu esperava.

Ao final, eles marcam o lote, assinam a garrafa e a levamos de presente para casa. Foi uma experiência incrível que eu tive que compartilhar com vocês. E a parte boa é que agora eles estão fazendo isso ao público. Então, você que está lendo isso agora, pode ir até lá e produzir o seu próprio gin. Não é demais? É uma experiência que com certeza, vale a pena. Já contei isso para todos meus amigos e seguidores que eu sei que amam gin. Para organizar a sua ida e saber valores, basta entrar em contato com eles. Vou deixar tudo anotado lá embaixo.

Eu amei o meu gin. Ele ficou floral, mas ao mesmo tempo apimentado e cítrico, com o limão siciliano. Eu amei! Se fosse produzir mais um gin, acho que faria totalmente diferente agora, talvez com um pouco mais de especiarias, para que ele ficasse mais diferente do primeiro. Bom, espero que tenham gostado e que meu relato desperte a curiosidade em vocês. Aguentem firme aí que vou escrever um post sobre os botânicos do gin. Para entrar em contato, segue.

Beg Gin

www.beggin.com.br , no e-mail contato@beggin.com.br e no Instagram @beg_gin

2 responses to “Beg Gin e a #begexperience

  1. oi, tudo bem? você sabe se esta funcionando pro publico mesmo?? já tem algumas semanas que entro no site e não consigo comprar de jeito nenhum, já mandei email e mensagem no instagram e ninguem me responde

    1. Bom dia Sabrina. Seu email é esse que vc colocou aqui no cadastro?
      Vou tentar falar com eles diretamente e te dou um retorno pelo email ainda hoje. Ok? =)
      beijos!!!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*