Dicas de Gastronomia

B.lem Portuguese Bakery em São Paulo

Só de pensar em começar a escrever esse post, meu estômago já fala assim “obaaaa, comida portuguesa”. Ele está com lembranças deliciosas desse lugar especial chamado B.lem, que é uma espécie de padaria portuguesa, que existe em alguns endereços aqui de São Paulo. Eu fui conhecer a loja de Pinheiros, mas estou doida para ir lá na unidade do Jardins também.


Soube um pouco sobre a história e conceito do local. Um dos donos da B.lem, é português e viaja constantemente para Portugal a fim de descobrir novos pratos, novos ingredientes e visitar fornecedores, pois todos os produtos são realmente portugueses. Esse é um dos diferenciais. E o fato de irem buscar a inspiração lá na fonte, é demais. Assim que se faz um local de sucesso.
O ambiente é bem prático, claro e organizado. Com aquelas prateleiras enormes e bem iluminadas para a gente ficar babando nas opções que existem, como bolos, docinhos, pães… Fica difícil escolher o que vamos comer, pois é muita coisa boa junta. A dúvida é bem normal nesse caso. Então vou tentar ajudar vocês, já adiantando que eles possuem um menu de café de manhã e outro para o almoço. Isso facilita bastante as coisas. São menus com preços e opções fechadas, para quem quiser provar várias comidinhas, é uma boa pedida. Mas vamos falar de comida agora… Sempre a melhor parte (hahahaha).
Eu dei o pontapé inicial na comilança com várias entradinhas que me chamaram a atenção. Já comecei com o pão de queijo recheado com queijo da Serra da Estrela. Um queijo português clássico e super conhecido, que não poderia ficar de fora disso. Depois já fui para o bacalhau. Ahhh, não aguentei. Pedi um Pastel de Bacalhau com Natas. Só de dar a primeira mordida, eu já percebi que eles manjam mesmo do ponto certo do bacalhau e que eles levam a sério mesmo o rótulo de “especialistas em gastronomia portuguesa”. O bacalhau estava macio, no ponto de cozimento perfeito e nada salgado. Dava para sentir todos os sabores na boca, inclusive o da massa do pastel. Demais.

Para beber, eu provei uma opção que eles possuem lá que achei interessante. É uma água meio salgada e com gás, chamada Pedras. Parece esquisito, mas é muito boa. Eu adorei conhecer essa opção e ela é realmente meio salgadinha, mas não é ruim. É bem saborosa para falar a verdade.
Como fui no almoço, eu tive muitas opções para escolher e isso foi um problema. Mas, fiquei no bacalhau novamente. Ahhh, fica impossível visitar um restaurante português e não comer bacalhau. Pedi um prato de bacalhau cremoso com natas, cenoura e batata. Acompanhava arroz branco, farofa e batatas chips. Estava maraviiiilhoso o prato. Óbvio que coloquei um monte de azeite português (amo, amo, amo) e ficou ainda melhor. Incrível como bacalhau combina com azeite.

Também provei o filé de St. Peter assado com legumes, que também acompanhava arroz branco. Super leve, super saudável e muito saboroso. A única coisa que não vai acontecer quando estiver comendo lá na B.lem, é passar fome.
Aí… entramos numa área que eu gosto muito. Sobremesas! Eu sou uma cabeçuda, mesmo sabendo que o açúcar me faz mal, eu não consigo resistir. É muito amor por esses docinhos. Provei alguns também e obviamente não pude deixar de experimentar o Pastel de Nata deles.

Muita gente considera o Pastel de Nata do B.lem, como o melhor de São Paulo. Então, eu tinha que provar. A Veja São Paulo disse que eles estavam no primeiro lugar. Mas euzinha também digo isso! Toma essa, Veja! (hahahahaha) Sim, eles possuem o melhor Pastel de Nata da cidade de São Paulo. Já provei alguns, mas esse é equilibrado, massa perfeita que brinca na nossa boca e o recheio no ponto certo entre a doçura e a textura. Uma maravilha. Seria capaz de comer dezenas deles. Então, por favor… Prove!

Além do pastel, também provei o Salame de Chocolate. Outro doce bem típico de Portugal que faz sucesso. Uma belezinha. Ele tem até uma certa crocância devido a mistura de chocolate com os biscoitos. Também gostei bastante do Quindim Cítrico, que tem toda a estrutura de um quindim normal, mas com um toque cítrico beeeem inusitado. Super português também.

Mas não se restrinja. Use e abuse dos doces. Travesseiro de Sintra (que tem uma massa folhada com recheio de amêndoas), Ovos Moles de Aveiro (que é um parto para ser feito, super delicado e muito tradicional também), Pastel de Santa Clara (que também tem recheio de ovos), etc. Enfim, uma infinidade de sugestões e opções para vocês se deliciarem. Já se programem para visitar o B.lem mais de uma vez.

Meu veredito final é que eu fiquei apaixonada pelo B.lem. Os funcionários são excepcionais, educados, sorridentes e passam paixão quando estão falando sobre os pratos ou sobre o local. Isso é contagiante. O B.lem realmente tem uma energia boa e eu gostei muito disso. Ajudou a deixar a experiência ainda mais gostosa. Ah! Dado importante! O restaurante não vai causar susto quando chegar a fatura a cartão. É tudo com preço bem justo. Vale a pena.
Já quero voltar para provar os outros pratos, então isso é um bom sinal! Quero muito que vocês conheçam e me contem depois. Combinado?

B.lem Portuguese Bakery
Rua Prof. Dr. Virgílio de Carvalho Pinto, 187. Pinheiros. São Paulo.

Entre no site deles (www.blembakery.com) e veja a lista das outras unidades espalhadas por São Paulo. 

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*