Meus Livros

Apenas voe. E viva!

Apenas voe. E viva!
Sabe quando o Facebook te mostra o que estava acontecendo na sua vida alguns anos atrás? Se chama Lembranças. Hoje, veio para mim um texto que escrevi há 6 anos atrás. Caracas, parece que foi ontem. Eu lembro exatamente o que estava sentindo e lembro que praticamente vomitei esse texto quando escrevi. Sabe quando fica aquela coisa engasgada? Então! Achei tão lindo e ainda tão atual, que decidi compartilhar com vocês, para quem sabe, ajudar alguém que precisa ler essas palavras. Espero que gostem!
Eu acredito muito na lei suprema de que não devemos perder oportunidades boas na vida. Realmente, por mais mórbido que seja, daqui um segundo a vida pode mudar e não existir nem sombra do que era antes.
Infelizmente, nem todo mundo sabe o poder do tempo e do destino. É algo muito maior do que imaginamos. Eles nos atingem sem piedade e tem um poder devastador. Coisas que não estão em nosso controle.
Mas existem fatores e decisões que estão sim em nossas mãos. Como a decisão de ser diferente de todas as pessoas vazias que vemos andando por aí.
Sei exatamente o valor da vida, portanto decidi que não devo esconder os meus sentimentos. Se gosto de uma pessoa, pra que esconder? E se não estou feliz com uma situação, pra que esconder tb? Resolvi abolir os joguinhos ridículos da minha vida, junto com as pessoas que o fazem. Quero conteúdo, quero sorrisos verdadeiros e quero amores que me deixem sem ar. Quero ficar com o cheiro do abraço de quem eu amo abraçar, quero beijos sem fim que me tirem o chão.
Sou adepta do “Fale”! Fale o que passa em seu coração, nos seus pensamentos. Como a pessoa vai saber o que vc sente, se vc não falar? Fale que ama, que sente saudade, que quer a pessoa ao seu lado, que quer o bem dela. Fale até, que não gostou de algo. Ninguém tem bola de cristal para saber o que vc está sentindo. É tão difícil falar hoje em dia. As pessoas guardam sentimentos e desejos dentro de si. Pode ter certeza que isso não é saudável e que um dia, pode se tornar em algo ruim. Portanto fale! Fale “eu te amo” de forma sincera. Fale “eu sinto sua falta”, ou até mesmo “eu quero que vc se dane!”
Não sabemos o que pode acontecer. Apenas sabemos que nada acontece quando nada se faz.
A vida é muito linda e muito curta para desperdiçarmos tempo controlando nossos sentimentos. Sei que é bem clichê, mas é uma verdade absoluta. A vida é muito curta para evitarmos envolvimento por medo de sofrer.
Sei também que pessoas como eu, são a minoria e vistas como extraterrestres. Intensidade nem sempre é bem vista. Assusta quem não sabe voar, assusta quem não quer abrir o coração e também assusta quem não quer amar e viver. Ser intensa significa ver a vida com outros olhos. Ver mais cores e mais alegria no dia a dia. Acho que não sei ser de outro jeito. Claro que sei me proteger, sei respeitar o tempo certo das coisas e é um grande aprendizado controlar a ansiedade pelo futuro. Mas nada se compara com o auto conhecimento. Sei que vou continuar com minhas asas abertas, voando por onde eu quiser. Sim, ser sonhadora é assim. Sonhamos com um mundo onde as pessoas irão ter respeito pelo próximo, ter amor no coração.
Sonho também, com o dia em que seja normal ter alguém para andar de mãos dadas, até que a pele do corpo fique enrugada. Alguém que vc possa olhar nos olhos e dizer tudo sem medo. Alguém para fazer nada junto.
Se vc já tem alguém assim ao seu lado, valorize e respeite. Se ainda não tem, vamos continuar voando. Eu vou continuar voando porque minhas asas são eternas.
O tombo pode até ser de uma altura grande, mas estive mais perto do céu do que o resto das pessoas. Portanto, vale a pena voar!
Voe!
Um beijo, Talita.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*