África

A reserva de Sabi Sand, na África do Sul

A reserva de Sabi Sand, na África do Sul

 

Sempre que eu pensava em safári na África, eu pensava em reservas privadas. A ideia de ficar restrito a uma estrada, nunca me atraiu, e é exatamente isso que acontece nos parques nacionais como o Kruger. Claro que deve ser bacana também, mas geralmente esses parques são mais cheios e talvez isso deixe os animais mais estressados e com menos vontade de uma aproximação.

Sempre que lia a respeito das reservas privadas, uma delas me chamava a atenção, porque achava linda e por ter maiores chances de ver os animais do Big Five e muitos outros, logo no primeiro dia. A Reserva Natural Privada de Sabi Sand. O Alê e eu fizemos essa viagem de um jeito que pouquíssimas pessoas fazem. De carro. Opa! Isso mesmo. Alugamos um carro e fomos até as reservas naturais, saindo de Johanesburgo. É um caminho considerável, pois demoramos 7 horas para chegar até o lodge que ficamos em Sabi Sand (porém pegamos uma pedra no vidro, o que nos faz novamente ter a ideia de que um seguro completo na hora de alugar é bem vindo, sempre).

Mas todo esse esforço valeu muito a pena. Logo que entramos na reserva, dirigimos já no meio dos animais. Foi nossa primeira experiência e estávamos muito empolgados com aquilo. Já deu para perceber o quanto a reserva era bonita, com várias partes que pareciam mesmo uma savana africana, daquelas que a gente vê nos documentários nos canais tipo NatGeo ou Discovery. Pegamos o anoitecer e estava tudo lindo, o céu meio roxo com pink. Que pôr do sol maravilhoso.

Dizem que a Reserva de Sabi Sand é a Rolls Royce das reservas. Por vários motivos. Alguns dos melhores lodges estão lá, a reserva fica coladinha ao famoso Parque Nacional Kruger e existe uma abundância de animais. Os famosos animais da lista do Big Five existem na reserva e podemos vê-los com facilidade. Como não existe cerca física entre a Sabi Sand e o Parque Kruger, os animais podem ir e voltar pelas áreas sem que haja impedimento. Por isso é normal essa “troca” de animais entre as reservas. A reserva de Mala Mala também fica do da Sabi Sand e tem esse mesmo esquema. A fronteira da Sabi Sand com o Kruger tem mais de 50km de extensão.

Como fomos na época do inverno e estava tudo meio seco, os rios não tinham aquela vida que a gente está acostumado a ver na televisão, porque os rios estavam secos. Impressionante como um rio pode secar. Mas eles secam e os animais precisam procurar locais onde a água é permanente. Existem dois rios que cortam a reserva. O Rio Sabie que corre na fronteira sul e o Rio Sand que vai de nordeste até sudeste por 50km.

De animais, espere ver todos. Sim, todos. Desde os menores como os antílopes de todos os tipos, passando pelos felinos como leões, leopardos e cheetahs, terminando com os enormes e pesados como rinocerontes, hipopótamos, elefantes e muitos outros. Eles realmente possuem todos os animais que esperamos ver em um safári.

Com relação à hospedagem, digamos que você ficará na dúvida sobre qual escolher. Existem diversos lodges maravilhosos pela reserva, incluindo alguns da famosa rede de lodge chamada Singita. São mais de 15 lodges na reserva. Vai ser uma delícia para você, escolher qual se encaixa melhor no seu perfil. Minha dica! Escolha algum que tenha área de água perto. Sua experiência será ainda mais rica.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*