América

5 lugares para curtir o inverno pela América do Sul

5 lugares para curtir o inverno pela América do Sul

 

Já já o friozinho do inverno vai chegar e nada melhor do que viajar para lugares onde podemos viver esse frio com toda sua intensidade. Não sei vocês, mas é a época do ano que eu mais gosto. Todos esses lugares que selecionei são lindos, dá para curtir bastante e aproveitar cada grau desse frio. Então, já anota tudo na lista e corre.

– Mendoza, Argentina

Buenos Aires e Santiago do Chile ficam cheias o ano todo, mas saindo dessas duas cidades, você pode alugar um carro e ir para um lugar que, com certeza, estará bem mais tranquila e para os amantes de vinho, é o paraíso na Terra. Estou falando de Mendoza, uma cidade que fica a cerca de 1000km de Buenos Aires, e cerca de 370km de Santiago. Também existem companhias aéreas que fazem vôos para lá, como a Aerolíneas Argentina e Lan. Em Mendoza você encontrará algumas das melhores vinícolas do mundo, como Catena Zapata, Rutini e Zuccardi. A cidade é perfeita para fazer visita durante o inverno e também em todas as vinícolas, beber muito vinho, principalmente degustar a melhor uva do país, que é a Malbec. As paisagens da regiões são lindas, bem de campo e se prepare para dias de descanso, bem longe da bagunça das cidades grandes.

– Campos do Jordão, São Paulo

É um clássico. A cidade de Campos do Jordão é a que mais fica cheia durante o inverno. É inusitado passar as férias por lá durante o verão, pois a cidade estará bem diferente de como fica durante o inverno. .Campos tem uma variedade incrível de opções de hospedagens, atendendo bem tanto os casais românticos quanto as famílias com crianças e animais. Para quem gosta de atividades ao ar livre, existem trilhas e passeios a cavalo para lugares lindos, com vistas lindas. Não deixe de tomar um bom vinho e levar muitas blusas, pois lá fica mesmo frio.

– Jericoacoara, Ceará

Se você quer curtir o inverno pegando praia e calor, a solução é se programar para uma viagem até Jericoacoara, considerada uma das praias mais lindas não só do Brasil, mas também do mundo. Jeri é uma praia que ainda preserva uma certa exclusividade, pois é difícil chegar até ela (antigamente era bem pior, hoje em dia melhorou muito). Somente quem quer muito conhecer o lugar, é que vai se aventurar nas opções que existem para nos levar até lá. Mas acredite, o lugar vale muito a pena. É como se fosse um mar de Caribe, só que no Brasil. Não é à toa que a praia atrai centenas de turistas de todas as partes do mundo, durante todas as épocas do ano. Não existem muitas opções de hospedagem, mas devo ressaltar que lá existe um hotel chamado Essenza que tem até uma piscina na varanda do quarto. A diária é cara, mas vale cada centavo.

– Gramado, Rio Grande do Sul

Gramado é outra cidade que fica lotada durante a temporada de inverno e que surpreende durante o verão. Perfeita para férias em família, pois existem diversas opções de atrações para a criançada, mas também muito boa para os casais, pois a cidade tem bons restaurantes e passeios para vinícolas que ficam a apenas alguns quilômetros da cidade. Aproveite para dar um pulinho até Canela, cidade igualmente fofa que fica do lado de Gramado. Dica! Compre sua passagem com antecedência, pois na hora fica beeeem mais caro.

– Ushuaia, Argentina

Essa dica é para os aventureiros de plantão. Que tal passar alguns dias do inverno curtindo um friozinho gostoso, olhando para paisagens de um dos lugares mais exóticos da Argentina? Pois bem, esse é o cenário que você encontrará se visitar a região da Tierra del Fuego, que é a ponta mais austral do mundo, a cidade maravilhosa de Ushuaia, na pontinha da Argentina. O verão é a melhor época para visitar a região para quem não quer sofrer tanto com o frio. Óbvio que no inverno as temperaturas são absurdamente baixas e as grossas camadas de neve dificultam os passeios, mas vale a pena. No verão, o frio é mais aceitável e existem mais atividades para se fazer. Não deixe de navegar pela canal de Beagle, pois com certeza verá diversos animais lindos e paisagens imperdíveis.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*